O Garganta de Fogo

blog do escritor yuri vieira e convidados…

O filme do Gibson

Finalmente assisti à Paixão, mas, sinceramente, fiquei decepcionado. Certos detalhes importantes estragaram o todo da obra. E o que tenho a dizer – se é que direi – não tem nada a ver com essa conversa boba de anti-semitismo, de sadismo do diretor, da suposta homossexulidade do diabo, ou coisas do gênero. E olha que fiquei satisfeito e comovido com a representação de Jesus enquanto Deus e homem. Talvez minha crítica não seja senão a de um roteirista a outro. Coisa de chato. Ou seria de urantiano?

Anteriores

Cuidado, Mano Brown!

Próximo

Intelectuais

1 Comment

  1. não decidi ainda se vou ver… não sei se quero ver o cristo ser espancado… se fosse pelo menos deus…

Os comentários estão desativados.

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén