23/08/2004

A alma é livre

yuri vieira (SSi), 6:33 pm
Filed under: escritores,livros,Política

“Durante seis anos não paguei imposto de capitação. Por conta disso certa ocasião passei uma noite no xadrez; (…), não pude deixar de ficar chocado com a estupidez daquela instituição que me tratava como se eu fosse apenas de carne e osso e pudesse ser fechado à chave. (…) Não me senti confinado em momento algum, e os muros me pareceram um grande desperdício de pedra e argamassa. (…) Vi que o Estado era um imbecil (…). O Estado nunca se confronta intencionalmente com o sentido moral ou intelectual de um homem, mas apenas com seu corpo, seus sentidos físicos. Não se arma de espírito superior ou de honestidade, mas de força física superior. Não nasci para que me forcem a coisa alguma. Respirarei à minha moda. Vejamos quem é o mais forte. Que força tem a multidão?”
A Desobediência Civil, Henry David Thoreau.

Posts relacionados

Mais posts:

« « Falsa oposição| Incêndio » »




1 comentário

  1. Max Sander escreveu:

    “Walden” é um dos meus livros de cabeceira…

    Comentário de 23-8-2004 @ 9:22 pm

Sorry, the comment form is closed at this time.




Add to Technorati Favorites



Blogarama - The Blog Directory








82 queries. 0,587 seconds. | Alguns direitos reservados.