27/08/2005

Vaidade

yuri vieira, 3:48 am
Filed under: especulativas

“A vaidade está de tal forma arraigada no coração do homem que um soldado, um criado, um cozinheiro, um malandro, se gaba e pode ter seus admiradores; e os próprios filósofos pretendem o mesmo. E os que escrevem contra isso querem a glória de escrever bem, e os que os lêem querem ter a glória de os ter lido; e eu, que escrevo isto, talvez tenha essa vontade, e talvez os que me lerem…”
Pascal

Posts relacionados

Mais posts:

« « Pat Robertson e Hugo Chaves| Se eu fosse você… » »




Nenhum comentário

No comments yet.

Sorry, the comment form is closed at this time.




Add to Technorati Favorites



Blogarama - The Blog Directory








77 queries. 0,534 seconds. | Alguns direitos reservados.