19/03/2006

Juros do FMI bancam campanha do Lula

yuri vieira, 4:32 am
Filed under: extraordinárias,Política

Vou preservar nossa fonte, não darei seu nome – eu corto o pescoço mas não digo que artista é – mas o cara mantém ralações estreitas com a turma poderosa de Brasília. Segundo ele, há uma jogada das mais maquiavélicas por trás do pagamento adiantado da dívida brasileira com o FMI. O acordo seria o seguinte: o governo teria pago toda a grana que devia, inclusive a dos próximos anos, e o FMI teria deixado nas mãos dele o montante correspondente aos juros, que agora será usado para bancar a campanha do PT para presidente. (Ahá!) Se nós não fôssemos apenas um blog maroto – e este país o desmoralizado Brasil – tal informação, se confirmada, seria o início dum watergate e nossa cabeça estaria finalmente a prêmio. Mas… quem somos nós? Um bando de blogueiros zé-ninguém. Entonces ¿quién habrá de escucharnos?

Posts relacionados

Mais posts:

« « Uma definição de liberalismo| E lá vem o jazz » »




9 Comments

  1. Vinicius escreveu:

    Sabe o que foi pior, Yuri? Lançamos títulos da dívida pública para bancar esta irresponsabilidade, a juros gritantes. E o lulismo inteiro da imprensa comemorou o feito. Lógico!, sem dar um pio sequer da manobra eleitoreira e financeira que sustentou essa infeliz atitude.

    Tenho convicção que esta sua fonte é mais que confiável. Era o que faltava para melhor explicar o fato.

    Cambada de canalhas do PT, morram!!!

    Comentário de 19-3-2006 @ 1:55 pm

  2. yuri vieira escreveu:

    Que é isso, Vinicius, morram não. Que sejam presos é bem melhor. (Embora eu imagine que, pelo andar da carruagem, é mais fácil a gente ser preso. Por eles.)
    Abração!

    Comentário de 19-3-2006 @ 5:06 pm

  3. pedro novaes escreveu:

    Yuri, eu acho tudo engraçado. Acho engraçado falarem em Imperialismo americano, etc e tal. Acho isso super outdated. Mas essa mania de conspiração de esquerda que vc e outros cultivam (governo mundial da ONU? FMI pagando campanha do Lula?), isso não é a mesma coisa que a idéia de imperialismo só com o sinal trocado?

    Comentário de 19-3-2006 @ 9:14 pm

  4. yuri vieira escreveu:

    Não falei em momento algum de imperialismo, Pedro. Eu é que acho engraçado tal informação lhe parecer papo conspiratório, principalmente nesta fase pós-mensalão, pós-Marcos Valério, pós-ética na política. (A não ser, é claro, que vc acredite ser toda essa safadeza do PT e mensaleiros uma teoria conspiratória da direita.) Eu só estou aqui repassando uma informação cuja fonte vc conhece muito melhor do que eu, uma fonte, aliás, que é militante de esquerda. (Ooops, vc estava tentando botar panos quentes e eu acabei piorando pro seu lado, foi mal.)

    😆

    Comentário de 19-3-2006 @ 9:24 pm

  5. Max Sander escreveu:

    Caro Yuri
    Li um texto a que você se referiu em um outro dia, um texto do Olavo de Carvalho (Marxismo, Direito e Sociedade, parte 4)onde ele diz:

    “De vez em quando nós vemos a nossa esquerda irritada com o FMI (“Ah, porque o FMI…” etc.) como se o FMI fosse um propugnador da economia liberal e não um dos maiores controladores da economia que existe no mundo: é o órgão controlador por excelência fundado por Lord Keynes, que além de ser um estatista feroz era um colaborador da espionagem soviética. Ora, isto quer dizer que ficam brabos de vez em quando com o FMI, usando-o como símbolo do capitalismo. Mas, quando o FMI estrangulou economicamente o governo Somoza para dar o poder aos sandinistas, ninguém ficou brabo. Ou seja, o FMI não tem essa identidade ideológica que lhe estão dando, ele tem uma outra.”

    Acho que o FmI está portanto sendo coerente com seus antigos apoiso a revolucionários.
    Um abraço do
    Max

    Comentário de 19-3-2006 @ 10:37 pm

  6. Vinicius escreveu:

    O Pedro é Caio Blinder do Garganta de Fogo. Foi o que conclui ao assistir o programa [Manhattan Connection] de hoje. Diogo Mainardi deu um canja dizendo que o Caio Blinder tem seus dias (opiniões) de esquerdista, de direitista e de centrista, ou seja, varia de acordo com as circuntâncias. Engraçado, mas a turma daqui poderia muito bem formar um programa do estilo do citado acima. Seria muito foda.

    Que tal um sugestão ao allTV.

    Quem sabe…

    Comentário de 20-3-2006 @ 12:20 am

  7. Vinicius escreveu:

    Falando nisso…

    Sugiro ao navegantes uma campanha em massa – como fizeram os blogs sensatos acerca do desarmamento – para tentarmos mudar o panorama da política brasileira, mostrando as vísceras do PT, e elimanando de vez qualquer chance de eles se elegerem.

    Taí uma boa maneira para começarmos.

    Comentário de 20-3-2006 @ 12:49 am

  8. O Garganta de Fogo » Literatura e paranóia escreveu:

    […] Cá entre nós, é uma pena a paranóia não ser a única condição para se ser um bom escritor. Do contrário eu estaria feito. (Depois do texto que coloquei aqui sobre o PT e o FMI já estou ouvindo cascos de militantes petistas até debaixo da minha cama…) Envie por email | Imprima […]

    Pingback de 20-3-2006 @ 6:53 am

  9. Jamila escreveu:

    Eu vou rir bastante com o resultado dessas eleições que virão ainda este ano.

    Afinal, os pobres anjinhos do PFL e os outros querubins do PSDB, PP e afins, serão banidos para a quinta dimensão. O que é uma pena, já que todas as desgraças políticas são praticadas pelo PT.

    Aliás, como foram éticos e indefectíveis os anos de governo do FHC, que promoveu a privatização, por exemplo, da Vale do Rio Doce e de Telebrás, sem trazer nenhum prejuízo para a soberania nacional. Isso é que foi governo!!! Agora somos governados por políticos bancados por Cuba (lembram dos R$1 milhão recebidos por avião, enviados de Fidel?) e agora o próprio FMI!!!!! Nossa, numa coisa temos que admitir… O Lula foi o único presidente que conseguiu, ao mesmo tempo, negociar e tirar vantagens de Cuba e FMI!!!! Impressionante!

    Comentário de 20-3-2006 @ 4:12 pm

Sorry, the comment form is closed at this time.




Add to Technorati Favorites



Blogarama - The Blog Directory








81 queries. 0,569 seconds. | Alguns direitos reservados.