- O Garganta de Fogo - http://blog.karaloka.net -

Da série “Confissões dos Gargantas de Fogo!”

Final de tarde de quase inverno e me atrevi a aceitar o convite muito gentil do Phil, técnico, para treinar com as meninas do clube de futebol local! Coitado, ele achou que eu sendo brasileira…

Peraí, pára tudo! Rosa Maria jogando futebol num time?

É, meus queridos, pela primeira vez na vida corri atrás de uma bola! Sempre gostei do jogo e fiquei fascinada a primeira vez que vi aquele campo verdinho numa tv em cores! A companhia do Seu Souza, meu pai, também era fator importante! Adorava a atmosfera masculina, o cheiro de cerveja e amendoim torrado, os comentários “inteligentes” e “sempre” corretos de todos os presentes, o xingamento contido pela presença da mocinha…

A primeira vez num Estádio então! De tirar o fôlego! Não tive a sorte do pai de ver o Pelé, ainda menino, jogando pelo Santos na Vila Belmiro, e nem do Pedro fascinado pelo Zico no Maracanã, mas as cores verde e vermelho de um Vila Nova e Goiás já me foram um “transbordamento”! Parecia o filme do Kurosawa, parecia tudo quanto é filme que já vi…tudo grande, muito e em tecnicolor! Mas daí a jogar, suar, cair na grama gelada…não, isso nunca tinha me acontecido! Afinal, isso não é coisa de “menina”, né?!

Ah, corri esbaforidamente, arrisquei dois dribles desengonçados e chutei feliz e deliciosamente na direção da rede…Acertei apenas um, mas, ahhh! Que glória! Naqueles 30 segundos era o moleque do campinho de terra e a própria artilheira de 30 milhões de dólares!

Como puderam me privar dessa alegria toda a minha infância? Tá certo que ninguém iria querer uma menininha de joelhos estourados e dente quebrado, mas, e o prazer do gol que me foi negado? A sensação de controle ao chutar uma bola? Que aulinha de balé, que nada! O tesão de uma pelada nem de longe se compara a uma dúzia de pliès!

É isso aí, caríssimos, eu confesso: eu adoro futebol!

* Rosa escreve com sorriso de coringa na cara e resquícios de uma alergia (provavelmente à grama!) que a deixaram toda empolada! É, nem tudo é perfeito…

Posts relacionados

Comments Disabled (Open | Close)

Comments Disabled To "Da série “Confissões dos Gargantas de Fogo!”"

#1 Comment By paulo paiva On 31/03/2006 @ 3:00 pm

Meu Deus Rosa, por essa eu não esperava! Vc está numa fase ótima, Darling. Besos.

#2 Comment By Rosa Maria On 31/03/2006 @ 10:54 pm

Pois é, meu caro Paulo, são as tais “revelações”!!! Aliás, foi você quem começou com essa história de tirar os esqueletos do armário! Hahahhaha! Beijos de saudade