- O Garganta de Fogo - http://blog.karaloka.net -

Um presente compartilhado!


April Fool

Ganhei esse texto de presente do Marc e achei que agradaria a muito alguns dos meus amigos do “Gargantas de Fogo” e certamente ao nosso eDitador (Rosa ri)!

Apesar da posição do Daniel em relação ao Estado ser-me mais simpática (sou uma constitucionalista, então…), não pude deixar de apreciar mino tão adorável!

O autor é um típico kiwi (neozelandês) quarentão – e enxuto! (Rosa ri de novo e morde o lábio inferior) -, que apoiou a transição econômica da Nova Zelândia, iniciada nos anos 1970, com suas inúmeras alterações (leia-se cortes profundos e privatizações) no Estado; mas, concomitantemente, guarda profundo orgulho do “welfare state” modelo que ainda se cultiva por estas paragens.

______

Novo elemento químico descoberto pelos cientistas

Meu noivo trabalha no Governo Local (prefeitura) e tem um certo interesse por ciência. Noutro dia, no café-da-manhã, comentou que cientistas descobriram recentemente um elemento químico novo que nomearam timidamente de Administratium.

Este elemento não tem nenhum próton ou elétron, com um número atômico de 0. Entretanto, parece ter 1 nêutron, 8 nêutrons assistentes, 10 nêutrons executivos e 25 vice-nêutrons com um número indeterminado de assistentes. Isto dá uma massa ao átomo estimada em 311.5, segundo as leis do quantum físico; porém, o nêutron é somente detectável parte do tempo (o famoso meio-expediente!). Estas partículas são mantidas juntas por uma força que envolve a troca contínua de mesons, como as famosas partículas chamadas boçais.

Desde que não tem nenhum elétron, Administratium é completamente inerte! Todavia, pode ser detectado quimicamente enquanto impede cada reação que vem do contato com ele. Basta uma mínima quantidade de Administratium para fazer uma reação que ocorreria normalmente em menos de 1 segundo demorar 4 dias para terminar. Uma outra experiência que deveria ter sido concluída em algumas semanas, ainda está por ser concluída após 1.6 ano.

Este elemento novo é pouco ativo e tem uma meia vida de aproximadamente 2 anos. Após isso, não se deteriora, apenas altera sua estrutura, na qual os nêutrons executivos, os nêutrons vice-assistentes e seus assistentes mudam de lugar. Alguns predizem que o peso atômico aumenta realmente após cada alteração. Uma pesquisa em outros laboratórios confirmou tais resultados e indicou que a ocorrência deste elemento se espalhada largamente, ocorrendo mais em grandes corporações e agências governamentais.

Há também uma evidência circunstantial que acusa um certo relacionamento entre a devastação das florestas e o aquecimento global. Isto deve-se ao fato, como alguns dos cientistas indicam, de Administratium ser tóxico em qualquer nível de concentração, e por destruir, ou retardar, qualquer reação produtiva atrapalhando sua eficiência. Assim, evite-o se possível, e/ou manipule com cautela!

Marc G [1].

Cartoon de Garrick Terrain, do stuff / new zealand

Posts relacionados