13/06/2006

Washington Novaes no FICA

yuri vieira (SSi), 11:11 am
Filed under: cinema,Imprensa,Índios,meio ambiente,Mídia

Ó teu pai aí, Pedro.

FICA – Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental, em Vila Boa de Goiás (segundo as más línguas, “Goiás Velho”).

(Via Blog do Altino.)

Posts relacionados

Mais posts:

« « Matando aula| A Coisa Simples » »




5 Comments

  1. Altino Machado escreveu:

    Yuri, e o Pedro ficou caladinho. Nem me falou da existência do blog. Agradeço o comment e a citação aqui. Contem comigo aqui no Acre. Forte abraço.

    Comentário de 13-6-2006 @ 11:33 am

  2. Vinicius escreveu:

    Yuri,

    Uma vez li num post seu, quando citou um livro, que esta coisa ambiental tem demasiadamente um tom de “alarmismo”, mas eu esqueci o nome do livro. Vc, nessa memória de elefante, recorda do livro ou deste post?

    Quero ler mais sobre essa coisa ambiental: estou perdido entre os diversos discursos desse esquerdismo-ambiental. Essa coisa me cheira mau.

    Abração!

    Comentário de 15-6-2006 @ 5:36 pm

  3. Vinicius escreveu:

    Pedro,

    Desculpe não observar, mas o post acima não diz respeito ao que teu pai disse nesta reportagem, pelo contrário, nota-se que ele sabe do que esta falando, o que eu quero mesmo é estar mais a par do tema.

    Abraço!

    Comentário de 15-6-2006 @ 5:40 pm

  4. yuri vieira escreveu:

    Vou ter de checar, Vinícius, não me lembro que livro é esse. (Era um texto especificamente sobre meio ambiente?)

    Bom, no mais o problema é o seguinte: as misérias ambientais são como as sociais, isto é, existem, são fatos, mas em geral são tomadas por certos grupos como pretexto para tomada de poder.

    Por outro lado, ao contrário do vídeo que o Pedro postou, acho que o ser humano é sim o objetivo da existência de todo planeta evolutivo e que, exatamente por isso, tem todo o direito, e conseqüente responsabilidade, de arbitrar sobre o meio ambiente. Somos sim o cume da evolução da Terra. Mas todo cume, todo ápice se assenta sobre uma larga base que deve ser cuidadosamente preservada. E, na minha opinião, preservar não é simplesmente isolar, manter intocado e virgem. É ver e tratar as coisas conforme o valor que de fato têm. Se o último exemplar de tigre branco estiver com uma criança entre os dentes – um humano entre bilhões de humanos – podem me chamar que sou bom na mira e acerto um balaço na testa dele.
    Abração!

    Comentário de 18-6-2006 @ 4:36 pm

  5. Vinicius escreveu:

    Valeu, Yuri.

    Não me recordo bem, mas quer me parecer que foi num texto publicado por outra pessoa. Acho que foi naquele periodo em que tinhamos apaixonadas e fervorosas discussões com um integrante daqui, creio que a Mila.

    Abração!

    Obs.: Teu poder de convencimento é assustador, com poucas linhas você resumiu o que está por trás dessa cortina de fumaça: “em geral são tomadas por certos grupos como pretexto para tomada de poder.”

    Comentário de 18-6-2006 @ 11:42 pm

Sorry, the comment form is closed at this time.




Add to Technorati Favorites



Blogarama - The Blog Directory








92 queries. 0.725 seconds. | Alguns direitos reservados.