Arquivo para August, 2006




27/08/2006

Os mais racistas

yuri vieira, 4:18 pm
Filed under: Humor,Podcast e videos

O Chris Rock é mais uma prova de que a inteligência tem tudo a ver com o comportamento politicamente incorreto.

26/08/2006

Os melhores podcasts

yuri vieira, 11:32 am
Filed under: este blog,internet,música,Podcast e videos

O Julio Daio Borges, editor do Digestivo Cultural, publicou uma resenha com os melhores podcasts brasileiros e internacionais até o momento. (Por incrível que apareça até o nosso – tão desprezado por nós mesmos, coitado – está lá. Obrigado, Julio.)

25/08/2006

Frase de cinema — 18

rodrigo fiume, 11:35 pm
Filed under: cinema

aspas_vermelhas_abre.gif Nellie, you’re a disgrace to depression aspas_vermelhas_fecha.gif

Jack Nicholson para Greg Kinnear, em Melhor Impossível (1997)

Além do Cidadão Kane

yuri vieira, 5:22 pm
Filed under: Imprensa,Mídia,Podcast e videos,Política

Para quem ainda não assistiu, esse é o documentário britânico sobre as relações da TV Globo com a sociedade brasileira, com seus políticos e com a classe artística. Está proibido no Brasil desde 1993. Apesar de trazer um ou outro comentário boboca de viés esquerdista anti-capitalista – como se os problemas apresentados fossem inerentes ao capitalismo e não à promiscuidade entre poder público e poder financeiro -, a peça é bem interessante. É curioso ver, através da ótica dum estrangeiro, o quão bizarra é a nossa televisão.

Atenção para a declaração do Walter Clark, segundo o qual Roberto Marinho é um Citizen Kane sem Rosebud. (Isso me lembra os causos que ouvi do jornalista Washington Novaes e do cineasta Eduardo Escorel – nas duas ocasiões em que almoçamos juntos lá no FICA – sobre os bastidores da Globo nos anos 70 e 80, as confas entre Clark e Boni, etc. Qualquer dia voltarei ao tema.)


Ahmadinejad no 60 Minutes

yuri vieira, 4:39 pm
Filed under: Imprensa,Podcast e videos,Política,Religião

Para quem quiser assistir à entrevista do presidente do Irã no 60 Minutes, aconselho a leitura dos comentários de Ali Tabrizipoor, no FaithFreedom (em negrito), que aclaram muitos pontos que o jornalista Mike Wallace deixou passar batidos. (No site há uma transcrição completa da entrevista.) Exemplos: enquanto Wallace descreve Ahmadinejad como um simples engenheiro civil que se tornou um presidente popular, Tabrizipoor o apresenta como um ex-militante dum movimento político-religioso radical (Office for Strengthening of Unity Between Universities and Theological Seminaries) – nomeado presidente não pelo povo mas por um colegiado de clérigos xiitas – que, além de tudo, ficou conhecido entre os prisioneiros políticos iranianos como “Tir Khalas Zan”, isto é, “aquele que dá o tiro de misericórdia” (após um fuzilamento malsucedido). Ahmadinejad, ao contrário de sua conversa fiada de amor e respeito a culturas distintas, é também aquele que, na TV iraniana, promete “acelerar a vinda do Imã Mahdí”, personagem mítica que instaurará um califado mundial. Segunda a tradição islâmica, esse líder espiritual surgirá após um cataclisma internacional cujo ápice será a guerra total contra os infiéis. Em suma, a missão de Ahmadinejad é ser o detonador desse processo.

Primeira parte

(Continua…)

Aquele carnívoro do Dalai Lama…

yuri vieira, 9:51 am
Filed under: Comes & bebes,Imprensa,Religião

Parece que existe mesmo algo como “os prazeres politicamente-incorretos”. Senti isso ontem ao dar, na revista Planeta (edição 408, ano 33), com a carta dum leitor indignado a respeito dum artigo publicado anteriormente, artigo esse que tinha o Dalai Lama como assunto. O tal leitor – Sr. Virgino – demonstra toda sua lástima por descobrir que nosso amigo lama não é, segundo ele, um ser de fato compassivo, uma vez que costuma comer carne mais de uma vez ao dia. Eis a missiva:

O Dalai Lama na berlinda
Em PLANETA 406, li a matéria com citações do Dalai Lama: “Como alcançar a paz de espírito”. É com pesar que revelo minha decepção em relação a esse líder budista. Por onde quer que ele passe, em qualquer matéria sobre ele, o tema é a compaixão. O Dalai Lama parece um incansável apóstolo da compaixão. Mas eu pergunto: até onde deve ir nossa compaixão? Será que devemos deixá-la de lado quando estamos diante de um prato de comida?

Na página 60 de seu livro A Prática da Benevolência e da Compaixão, ele fala sobre sua dieta alimentar e revela, sem o menor constrangimento: “Às 12h30, eu almoço, geralmente comida não-vegetariana, embora a minha preferência seja a vegetariana… Algumas vezes thupka (sopa com macarrão), ocasionalmente momo (bolinhos de massa cozidos no vapor com carne) e skabakleb (pão frito recheado com carne)”.

É deprimente saber que o líder maior do budismo tibetano não siga os preceitos de Sidarta Gautama, o buda histórico, cujo princípio religioso mais elevado é ahimsa – a não-violência e a compaixão. Mas a compaixão não exclui nenhuma forma de vida, especialmente a dos nossos irmãos indefesos encarnados em corpos de animais.

Eu sugiro ao Sr. Virgino a leitura do livro dum autor – segundo o critério acima exposto – muito mais compassivo que o Dalai Lama, uma vez que o sujeito não comia carne de forma alguma e, inclusive, talvez fosse ainda mais budista, tendo adotado um símbolo tibetano para o seu movimento político: Mein Kampf (Minha Luta), de Adolf Hitler. O quê?! Hitler era vegetariano? Sim, era. E adorava animais. Mas infelizmente o Senhor do Universo tem toda a razão: não é o que entra pela boca o que pode nos levar ao mal, mas sim o que sai dela. O Sr. Virgino pode ficar muito chateado com isso, mas não se atinge a compaixão através meramente duma dieta. (Continua…)

23/08/2006

O PT e a Transparência Brasil?

daniel christino, 2:03 pm
Filed under: Política

Li isso agora no Blog do Reinaldo Azevedo.

O Partido dos Totalitários contra a Transparência Brasil

Por Malu Delgado na Folha desta quarta: “A disputa jurídica entre a coligação PT/PCdoB em São Paulo e a organização Transparência Brasil, que apóia projetos de combate à corrupção, teve outro capítulo ontem. A coligação tentou, sem êxito, retirar da internet a campanha “Não vote em mensaleiros”, promovida pela Transparência.O diretor-executivo da Transparência, Cláudio Weber Abramo, recorreu ao Tribunal Regional Eleitoral para retomar texto original de artigo publicado no site da organização, em que conclamava o eleitor a não permitir que ‘mensaleiros, vampiros e outros animais da mesma família’ voltem ao Congresso. A parte final da frase foi retirada do artigo por determinação do TRE, com base na representação do PT/PC do B.Ontem, o recurso foi indeferido e a restrição à frase mantida. Abramo critica o PT paulista: ‘É uma atitude que revela uma estreiteza de pensamento, de como lidar com essas situações’. Ele disse que analisará a possibilidade de recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral. Além da campanha ‘Não vote em mensaleiro’, a Transparência tem outro projeto, o “Excelências”, em que mostra o perfil de deputados que tentam a reeleição, as doadores de campanhas passadas e processos contra eles.”

Uma pessoa bem intencionada poderia pensar o seguinte: “não parece haver limites para o interesse eleitoreiro desses caras. Acho que deveriam preocupar-se muito mais em comprar um kit anti-séptico para lavar a honra, do que em bloquear iniciativas tão bem concebidas como a da Transparência. Eu já me decidi faz tempo, NÃO VOTO EM MENSALEIRO”. Eu pensei isso e confirmo a última parte, não voto em mensaleiro. (Continua…)

Não somos malvados

daniel christino, 12:39 pm
Filed under: internet,sites

site

A briga é feia. De um lado as grandes gravadoras, defendendo seus lucros milionários. De outro artistas em início de carreira, ou nem tanto, criticando as gravadoras por não dividir o bolo. No meio, programas p2p (peer to peer) para download de milhares de músicas piratas, retirando o lucro de ambos.

Enquanto as forças em jogo tencionam o cabo-de-guerra, surge o Magnatune, idéia genial de um pacato californiano de Berkeley, John Buckman, cuja pretensão não é pequena. “Acreditamos que toda música deve ser compartilhada. Assim como um software, você deve ser capaz de experimentar, avaliar e passar adiante para os outros música de qualidade – no processo de comprá-la”, escreve Buckman em seu site. (Continua…)

Betty Boop

yuri vieira, 12:08 pm
Filed under: cinema,Humor

Você já assistiu aos desenhos animados da famigerada Betty Boop? Alguns são excelentes, completamente surreais. Tudo o que aparece na tela pode ganhar vida duma hora pra outra.

Betty Boop in Snow White
Betty Boop: Minnie The Moocher. (Engraçado imaginar que esse desenho foi banido apenas porque os seios da personagem movimentam-se de forma “muito real”. Aliás, o desenho é até moralista.)
Este último, Making Stars (1935), foi banido por ser considerado racista. Será mesmo?

Mississippi em Chamas

yuri vieira, 11:50 am
Filed under: cinema,Cotidiano,Política

Revi o filme Mississippi em Chamas este final de semana, ou seja, dezoito anos após assisti-lo pela primeira vez. Numa palavra: impressionante. Quem acha que a sociedade brasileira é racista – ou que o nosso “racismo sutil” (na verdade, meramente ocasional) – é pior que o americano, deveria assistir a esse filme. Afirmar tal coisa seria o mesmo que dizer que o genocídio sistematizado dos nazistas equivale à morte de civis libaneses durante os ataques israelenses, como se o Hezbollah não utilizasse escudos-humanos e Israel não jogasse antes, sobre as áreas suspeitas, panfletos anunciando o ataque ulterior. Epa, tá cheio de idiota-útil dizendo isso! Melhor arranjar outra analogia…

O paradoxo da sujeira

yuri vieira, 10:18 am
Filed under: Política

O Reinaldo Azevedo tem razão: quanto mais limpinhas as campanhas do PSDB e do PT se mostram, maior parece ser o domínio da sujeira. A “esquerda” (PT) e a “direita da esquerda” (PSDB) não querem bancar o Caim e o Abel, não querem cultivar a discórdia em família. É simplesmente um absurdo ter rolado tudo o que rolou no último ano – mensalão pra baixo – e ninguém querer tocar no assunto durante o horário político obrigatório. É como se o marido pegasse o vizinho comendo a mulher em sua própria cama, virasse as costas e fingisse que nada se passou. Depois a mulher viria chingá-lo de preguiçoso e peidorreiro, exigindo divórcio e pensão, e ele não encontrasse nada para demonstrar que o defeito dela é maior que os dele. Essa gente perdeu mesmo o senso moral.

Blog do Pingüim e do Mun-Ha

yuri vieira, 7:12 am
Filed under: Cotidiano,internet,Política,Religião,sites

Já falei aqui do blog do Ahmadinejad, o louco de Allah, o anti-semita da hora. Mas ainda não comentei sobre o blog do José Dirceu, o vice-presidente do Mensalão. (Sim, vice, pergunte ao Hélio Bicudo quem é o presidente da corrupção.) É engraçado bisbilhotar o site desses caras. É como se a gente estivesse lendo o jornalzinho do Pingüim, do Mun-Ha ou de qualquer outro vilão de desenho animado. Pena que eu não sou um hacker menor de idade. Substituiria suas respectivas imagens por outras photoshopadas, imagens essas mais de acordo com as loucuras desses dois. Lula disse no Jornal Nacional que afastou pessoalmente o José Dirceu – que, imagino, “o traiu” – mas o figura tá aí batalhando pela reeleição do “ex”-chefinho. Parece mulher de bandido. Gosta de apanhar, apanha, mas ainda ama seu homem. Tudo pela ideologia. Como bem comentou um dos “idiotas úteis” que freqüentam o blog dele, “a luta continua”. Tudo pelo social(ismo).

Quanto ao Ahmadinejad, fiz um comentário em seu blog – infelizmente sou tão caxias que assinei meu nome verdadeiro e dei minha URL real – que, claro, não foi aprovado. Em inglês (de Tarzã), critiquei algumas coisas óbvias – a suposta falsidade do Holocausto e a lapidação de mulheres, entre outras – que ele certamente não pretende ouvir e que obviamente foram deletadas antes pelo seu staff. O qual, aliás, deve ter me colocado num “banco de dados negro” (ou lista-negra) para o caso de um dia eu vir a me tornar de fato alguém que possa atrair alguma atenção. (Possibilidade bastante remota – e ainda escrevendo em português?! – mas o que são, lá para eles, alguns bytes nessa era de HDs com terabytes de capacidade?)

Aposto que se eu tivesse lido o livro A Arte da Guerra inteirinho, do Sun Tzu, teria visto ali: “a guerra é a arte da esquiva, do engano, por isso nunca deixe seu IP, seu email e seu site no blog do inimigo…”

Santa ingenuidade, Batman. Vivendo e aprendendo.

Lula chupa o pau da barraca II – a missão

yuri vieira, 6:11 am
Filed under: Humor,Podcast e videos,Política,sites

Tá na hora de reciclar aquela mensagem de secretária eletrônica hilária do Beto Hora. (Não se esqueça de ir até o site dele e ouvir também o Padre Quevedo, o Sílvio Santos, etc.)

    Lula chupa o pau da barraca

    Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Preso por ligar PCC ao PT

yuri vieira, 5:59 am
Filed under: Cotidiano,Política

Um policial aposentado, Donato Aparecido de Biagi, 64 anos, foi preso este mês por ligar os ataques do PCC aos interesses políticos do PT. Ora, é como aquela brincadeira de ligar pontinhos das revistas infantis: PT faz parte do Foro de São Paulo (risquinho), que tem o MST e as FARC como integrantes (mais dois risquinhos), que, por sua vez (mais dois riscos), mantém ligações com o PCC – ligações essas fartamente divulgadas pela imprensa. Só não vê quem não quer. Aliás, muita gente não quer. E o pior cego é… quem mesmo?

P.S.: Ao menos está rolando um inquérito. Mas… dará em quê?

Solidão molhada

ronaldo brito roque, 12:32 am
Filed under: Cotidiano,literatura

Se ela entrasse agora, se ela rompesse o silêncio deste quarto e seu riso enchesse a casa com a graça de mil borboletas desgovernadas, não haveria choro esta tarde. O carinho morno, espesso, quase explosivo, que brota do meu peito, encontraria um pouso feliz no frescor dos seus ombros nus. Mas ela mora longe, ela tem de chegar cedo, ela não vai entrar por esta porta e espalhar o brilho das suas mil borboletas. E o meu carinho, já pálido e desamparado, vai escorrer vagaroso, com o suor, e deixar no lençol molhado apenas a marca efêmera de mais uma solidão.

22/08/2006

Bin Laden recebe permissão para matar 10 milhões

yuri vieira, 10:57 pm
Filed under: Cotidiano,Imprensa,Política,Religião

Da CNN, via Jihad Watch:

Michael Scheuer, que já comandou a unidade da CIA reponsável por Bin Laden, afirma que foi dada permissão a Bin Laden, por parte de um jovem clérigo na Arábia Saudita, autorização para que a Al Qaeda “use armas nucleares contra os EUA… até um limite de 10 milhões de mortos.”

“Ele recebeu permissão, uma permissão religiosa para dez milhões de mortes?”, perguntei-lhe.

“Sim,” Scheuer respondeu.



Page 2 of 8123...Last »

Add to Technorati Favorites



Blogarama - The Blog Directory








65 queries. 0.759 seconds. | Alguns direitos reservados.