18/12/2006

Cassino Royale

rodrigo fiume, 12:05 am
Filed under: cinema

48667.jpgNada contra o Bond loiro. É meio estranho, mas funciona. E Daniel Craig é um ator melhor que o Pierce Brosnan. Já tinha visto alguns filmes dele (Nem Tudo é o Que Parece, Estrada para a Perdição, Munique). Ele é bom. Mas é feio. Talvez as garotas digam que ele é quase feio. Tudo bem.

O filme é bom, sim. Tem roteiro. A introdução é bem bacana. Os diálogos entre 007 e Vesper Lynd (ave, Eva!) são a melhor parte. E há um trecho com certa tensão: o do jogo de pôquer. Curioso é que não há gadgets. Dá para prever algumas coisas, mas, vá lá, é um filme de ação.

Saí do cinema com a sensação de que a diversão vale o ingresso. E olhe que eu devo ter ido à sala mais cara do país — Cinemark com lugar marcado, por R$ 21; até o Roberto Justus estava lá.

Posts relacionados

Mais posts:

« « O Festival de Literatura do Second Life| Piores do Ano III » »




2 Comments

  1. yuri vieira escreveu:

    Depois de um James West negro (e olha que gosto do Will Smith, apesar de ter ficado chateado com a mudança radical de um dos meus heróis da infância), um James Bond loiro é fichinha. Estava esperando um vietnamita. Aliás, o próximo Super Homem será iraniano…

    Comentário de 18-12-2006 @ 6:03 am

  2. Filipe escreveu:

    Também gostei. Melhor do que os últimos filmes. É mais verossímil e os personagens têm mais profundidade, ao mesmo tempo em que continua sendo James Bond, o que parece contradição, mas não é.

    Comentário de 8-1-2007 @ 4:17 pm

Sorry, the comment form is closed at this time.




Add to Technorati Favorites



Blogarama - The Blog Directory








83 queries. 0.709 seconds. | Alguns direitos reservados.