Arquivo para December, 2006




16/12/2006

Três Boas Notícias no Cinema

pedro novaes, 6:51 am
Filed under: cinema

Em um só dia, várias boas notícias de cinema.

Primeiro, mais importante, nosso camarada Ricardo Calaça, após ter seu documentário “Divino Maravilhoso” selecionado para o prestigioso Festival de
Cinema de Brasília, agora foi contemplado em edital do Ministério da Cultura e contemplado com R$ 80 mil para a produção do curta metragem “O que se Come”. Parabéns ao Ricardo.

Segundo, o Brasil se deu muito bem no ainda mais prestigioso e disputado Festival Internacional del Nuevo Cine Latino Americano, em Havana, Cuba. O já aclamado “O Céu de Suely”, de Karim Ainouz, ganhou por unanimidade o primeiro prêmio do Juri, levando também o prêmio de melhor atriz, com Hermila Guedes. Além dele, “Os 12 trabalhos”, de Ricardo Elias ganhou o terceiro prêmio, atrás de “El Camino de San Diego”, do argentino Carlos Sorin (diretos dos excelentes “Histórias Mínimas” e “O Cachorro”). “É Proibido Proibir”, de Jorge Durán, premiado no Festcine Goiânia, levou o Prêmio Especial do Juri. Além disso, o ótimo “Antonia”, de Tata Amaral ganhou como melhor som e melhor trilha sonora e o fraco “O Maior Amor do Mundo”, de Cacá Diegues, ganhou prêmio de melhor canção, com as composições e Chico Buarque. (Continua…)

O casamento

yuri vieira (SSi), 6:40 am
Filed under: Humor,Podcast e videos

Primeiro Festival Literário no Second Life

yuri vieira, 6:22 am
Filed under: Avisos,escritores,literatura,livros,Second Life

Hoje irá rolar um festival de literatura no Second Life. Haverá oficinas, debates e palestras. Veja abaixo a circular do grupo de que participo. (Não irei traduzir, afinal, será tudo em inglês mesmo. Quanto à camiseta da foto abaixo, eu mesmo a fiz. Trata-se de Dostoiévski abraçado a uma gata.)

SL Literary Festival
Saturday, December 16

Schedule of workshops, classes and speakers

Classes generally run one hour each and will be located on the South Lawn.

3:00 PM

PUBLISHING
INDUSTRY/AGENTING

William Fresse
, real life literary agent Will Francis at Greene & Heaton Literary Agency in London, will speak about the publishing industry, what agents do and the process of taking a book from typescript to publication. Question and answer period afterward.

Will Francis
joined Greene & Heaton, a London-based literary agency, in 2003 after working at Random House and PFD, and is actively building a list of his own clients. He is interested in literary fiction, crime, science fiction and fantasy, as well as a wide range of non-fiction, including history, biography, politics, philosophy, popular science, popular culture, art and literary criticism. His clients include Jonathan Jones, Tim Radford and Jordan Goodman.

Book Collecting & Care
An introduction to book collecting and the care of books: different styles of collecting, how to chooses the best books, where to find them, how to get the best value for money and how to care for your collection so it stays looking its best! Will include a handout with information and resources.

Coelacanth Seurat in RL is a professional editor/writer and collects and sells rare books. In SL, she runs an experimental bookstore, Coelacanth Books, in Changmi (98, 252, 95) and writes for several in-world publications.

4:00 PM

FREELANCE WRITING
AND EDITING FOR RENT MONEY

(Continua…)

Arquitetura no Second Life

yuri vieira, 5:19 am
Filed under: Arte,Second Life

Conforme dizia às minhas irmãs arquitetas, o Second Life é uma beleza para quem trabalha com design. Um arquiteto pode comprar uma área e executar ali todas as casas que já projetou vida afora. Quando alguém quiser ver seu “portfólio”, basta passar o endereço do seu próprio condomínio virtual. Seu possível cliente pode, então, visitar casa por casa, conhecendo cada detalhe do projeto, seja a parte interna, seja a externa. O arquiteto pode ainda pedir a um amigo decorador para dar um jeito no interior das casas. E a um amigo artista-plástico para ceder suas telas e esculturas. E a um paisagista para tratar dos jardins. Enfim, solte sua imaginação.

E por falar em soltar a imaginação, tal como um desenhista de moda costuma criar roupas apenas para expressar e marcar seu estilo – roupas essas que não frequentam senão as passarelas -, um arquiteto também pode dar asas à sua criatividade e projetar casas que deixariam um engenheiro com um derrame cerebral. Os construtores do Second Life ainda estão muito presos à reprodução das circunstâncias do mundo real e não percebem que, ali dentro, as pessoas podem voar, se teletransportar e, por isso, não há necessidade de ruas, estradas, calçadas e portas ao nível do chão. Por que não entrar pelo telhado? Por que não uma “pessoaporto” no teto da casa? Aliás, para quê uma casa tão presa ao chão? Os arquitetos precisam soltar suas imaginações, como o fez o construtor da casa baixo:

casa_flutuante.jpg

Uma casa sobre um rochedo flutuante que está preso à terra apenas por uma âncora? Ganhou!

E para quem acha que a coisa não é séria, lembre-se de Ailin Graef, a figura que já faturou 1 milhão de dólares vendendo casas e terrenos virtuais

O Natal no Second Life

yuri vieira, 4:33 am
Filed under: Cotidiano,Humor,Second Life

É engraçado observar a onipresença das árvores de Natal em todos os ambientes possíveis e inimagináveis do SL.

Até lugares infernais possuem sua árvore e seus presentes coloridos. E, claro, seus ajudantes de Papai Noel completamente tarados. Veja: (Continua…)

A Volkswagen no Second Life

yuri vieira, 3:43 am
Filed under: internet,Mídia,Second Life

Agora é a vez da Volkswagen entrar no Second Life. E as pessoas continuam achando que é apenas uma brincadeirinha, um game bobo…

P.S.: Ei, recebi dois emails, além de um recado no Orkut, falando duma matéria da Revista da MTV, a respeito do SL, que me cita. Alguém aí tem o texto?

15/12/2006

Piores do Ano II

pedro novaes, 5:28 pm
Filed under: Ciência,Política,tecnologia,Viagens

ASTRONAUTA BRASILEIRO

Dando sequência a nosso balanço deste ano tão repleto de surpresas e novidades, não poderíamos deixar de mencionar a ida do primeiro astronauta brasileiro ao espaço. Mostrando a vanguarda brasileira em ciências espaciais, o Tenente Coronel Marcos Pontes, a um custo de 10 milhões de dólares ao bolso do contribuinte, fez um experimento revolucionário ao brotar singelos feijões enquanto orbitava ao redor do planeta. Ele também fez uma importante homenagem a Santos Dumont, levando consigo uma réplica do chapéu do pai da aviação.

13/12/2006

Piores do Ano I

pedro novaes, 5:40 pm
Filed under: Política

A DANÇA DA PIZZA DA DEPUTADA ANGELA GUADAGNIN

Pizza

De tudo o que vimos de ruim na política este ano – mensalão, sanguessugas, dossiê, reeleição, absolvições de deputados corruptos -, nada conseguiu superar em asco, arrogância e descaso, num chocante retrato da degradação política do país, a dança em plenário da Deputada Angela Guadagnin (PT-SP) após a absolvição do colega João Magno (PT-MG), suspeito de receber dinheiro do Valerioduto.

Além de raiva, nojo e absoluto estarrecimento, a sensação com que este gesto me deixou foi de humilhação e impotência como cidadão. Se serve de consolo, a deputada não conseguiu se reeleger.

Para quem quiser ver de novo e chorar, está lá no You Tube.

Oração de Fim de Ano

pedro novaes, 5:21 pm
Filed under: Humor,Política

Essa foi enviada pela leitora Jaqueline num comentário no post aí abaixo, e é tão boa que merece publicação em destaque. Façamos nossas preces de fim de ano. Só não concordo em jogar o Gabeira no meio dessa baderna, mas como sou dos que perde o amigo, mas não a piada…

ORAÇÃO DE NATAL 2006

Pelo projeto político do deputado Clodovil
Pelo “espetáculo do crescimento” que até hoje ninguém viu
Pelas explicações sucintas do ministro Gilberto Gil
Senhor, tende piedade de nós

Pelo jeitinho brejeiro da nossa juíza
Pelo perigo constante quando Lula improvisa
Pelas toneladas de botox da Dona Marisa
Senhor, tende piedade de nós (Continua…)

Melhores do Ano II

pedro novaes, 6:53 am
Filed under: internet,Política

ABERTURA DO SIAFI FEDERAL NA INTERNET

Outra que entra para o rol das melhores do ano aconteceu apenas esta semana, com 20 anos de atraso. Mas antes tarde do que nunca.
O Governo Federal finalmente abriu de maneira quase irrestrita o SIAFI (Sistema Integrado de Administração Financeira) da União. Através do Portal da Transparência, da Controladoria Geral da União, é agora possível acessar em detalhes praticamente todos os gastos do Governo Federal entre 2004 e 2006, identificando beneficiários e gastos por instituição pública. A consulta, que agora pode ser feita por CNPJ, por CPF, pelo Ministério ou autarquia ou pela categoria de despesa, antes só era possível de forma agregada. Evidentemente, os gastos com os famigerados cartões de crédito da Presidência da República continuam sigilosos, o que é uma vergonha. Não obstante, deve-se reconhecer que a abertura quase total do Sistema representa um importante passo republicano e democrático.
Cabe agora a estados e municípios fazerem o mesmo. Como ressalta editorial da Folha de hoje, projeto de lei neste sentido, por exemplo, foi aprovado pela Câmara Municipal de São Paulo na gestão anterior e vetado pela prefeita Marta Suplicy.
Aqui em Goiás, como imagino que na maioria dos estados, o equivalente do SIAFI é totalmente eletrônico e online. Todos os empenhos e ordens de pagamento são feitos através da Intranet do Governo. Para abrir ao público, como manda o Estado de Direito, basta vontade política. Não abrem porque não querem.

Falência epistolar

yuri vieira, 2:48 am
Filed under: amigos,Avisos,Cotidiano,internet

Chega, esto ya me tiene podrido!! Quero declarar publicamente minha falência epistolar: cheguei aos 373 emails com estrelinhas – sinal indicativo de mensagem importante no Gmail – aos quais não consigo mais responder em sua totalidade. Às vezes fico feliz por conseguir responder a cinco num dia e, no seguinte, chegam mais quinze. Depois dos podcasts com o Olavo de Carvalho então – que só pelo You Tube já foram ouvidos 37660 vezes -, a coisa fugiu ao controle. E isso sem contar todo o spam e as mensagens que posso responder com, sei lá, duas ou três linhas. Pelo amor de Deus, se vc é meu amigo ou minha amiga, e acha que estou fazendo doce pra vc, não é verdade, eu sou é muito indisciplinado. Bastam dois dias de acídia para que minha correspondência vire um verdadeiro monstro de letras. Hoje, quando passei os olhos pelo conteúdo de algumas dessas mensagens que esperam meu feedback, fiquei quase deprimido. A internet encurtou o espaço, mas de modo algum esticou o tempo… 🙁

12/12/2006

Melhores do Ano I

pedro novaes, 6:43 pm
Filed under: Economia,Política

ACONTECIMENTO MAIS IMPORTANTE

Final de ano é época de balanços e coisas semelhantes. Não sei se apresentarei outros itens neste balanço- eu tinha até uma frase que poderia ser considerada a melhor ou pior do ano, mas já me esqueci. Desde já entretanto, convido os colegas a postarem também seus melhores e piores do ano.
Na minha opinião, um dos mais importantes e positivos acontecimentos do ano no Brasil, foi a aprovação pela Câmara Municipal de São Paulo da lei que proíbe todo tipo de propaganda externa, incluindo aquela em outdoors, bilboards, telões, ônibus e até mesmo em aviões, na paisagem da maior cidade da América do Sul.
Conforme disse Roberto Pompeu Toledo, em sua coluna na Veja, é um acontecimento que faz renascer a esperança na política brasileira, na possibilidade de gestão do caos urbano das metrópoles e do interesse público prevalecer sobre (poderosos) interesses privados. (Continua…)

Pinochet e Desenvolvimento

pedro novaes, 4:27 pm
Filed under: Economia,Política

César Maia, sempre informadíssimo e lúcido em suas análises históricas e políticas. Na Folha de hoje:

Terça-feira, Dezembro 12, 2006

Pinochet, traição e embuste econômico

CESAR MAIA
ESPECIAL PARA A FOLHA

Os sinais foram dados ainda na transição, antes da posse de Salvador Allende. O general René Schneider, relacionado com a Democracia Cristã, foi assassinado por um comando que se dizia de ultra-esquerda. Quem escolhia o presidente no Chile, sempre e quando não alcançava a maioria absoluta nas urnas, era o Congresso. A tradição era escolher o mais votado. Com Allende poderia ser diferente. (Continua…)

11/12/2006

A labuta acadêmica

daniel christino, 1:57 am
Filed under: Ciência,Educação,especulativas

Um dos efeitos colaterais de se dar aulas nas Universidades Federais são as conferências. Na Europa e nos EUA, conferências são oportunidades para o debate de idéias elaboradas pelos próprios conferencistas, o que proporciona momentos ímpares de disputa intelectual. No Brasil conferências são parecidas com aquelas convenções de fãs (do tipo Star Trek). “Lá vai o grupo que é fã do Weber”. “Olha lá o grupo fã do Marx, eles não constumam ter muito senso de humor”. Hegelianos para lá, heideggerianos para cá; e as tão esperadas e seminais discussões acabam se tornando debates maçantes sobre picuínhas hermenêuticas. Mas pode ficar pior. (Continua…)

10/12/2006

Pronunciamento do senador Mão Santa

yuri vieira, 8:32 pm
Filed under: Cotidiano,Podcast e videos,Política

No blog do Vinicius Dorian, Telemetria Mundana: “Aqui não será a Venezuela 2. Nós não vamos deixar”.

____
P.S.: A inveja só vem após a percepção de características alheias que se pretende se não superá-las ao menos emulá-las. Mas quem pode competir com a corrupção petista? Não um amador como o tal Mão Santa…

09/12/2006

Tática de Avestruz

pedro novaes, 10:31 am
Filed under: meio ambiente,Política

Outro dia, como se sabe, “nosso guia” imputou a culpa do não crescimento do país a “índios, quilombolas e ao meio ambiente”, referindo-se a supostos entraves trazidos pela legislação que protege estes grupos humanos e a natureza. Como grande parte do empresariado, faz como avestruz: enfia a cabeça no chão, mas não sai do lugar, preferindo sempre ser atropelado pelas circunstâncias.

Abaixo, artigo de José Eli da Veiga, professor titular da FEA/USP, com seu raciocínio sempre cristalino, na Folha de hoje. Quem for assinante e quiser ler o outro artigo, que responde “sim” à pergunta formulada, está aqui.

TENDÊNCIAS/DEBATES

Para crescer, o Brasil precisa mudar a legislação ambiental?

NÃO

Da ingenuidade à covardia

JOSÉ ELI DA VEIGA

CLARO QUE certos investimentos seriam desinibidos pela relaxação de restrições à possibilidade de depredar recursos naturais e de poluir. Tanto quanto outros o seriam pela relaxação de restrições à possibilidade de explorar crianças ou o trabalho forçado. Ou, ainda, pela relaxação de tantas outras instituições criadas no século passado para proteger as pessoas e a natureza da voracidade desse gênero de investidores. (Continua…)



Page 2 of 3123

Add to Technorati Favorites



Blogarama - The Blog Directory








64 queries. 0.690 seconds. | Alguns direitos reservados.