13/02/2007

Buraco sem fundo

yuri vieira, 2:28 pm
Filed under: Cotidiano,Imprensa,Política

Do Diego Casa Grande:

Fiquei uma semana nos Estados Unidos. Voltei neste domingo. Minha sensação é a pior possível. O Brasil está pior, muito pior. Aliás, nosso país vem piorando a cada semana há décadas. Quando embarquei naquele avião no início do mês, o menino João Hélio Fernandes, de 6 anos, ainda estava vivo. Não tinha sido arrastado por 7 quilômetros preso ao cinto de segurança, enquanto deixava pedaços do corpo espalhados por vários bairros do Rio. Antes, segundo a mãe, era um menininho faceiro e brincalhão. Sorriso lindo agora só visto nas fotos. Há pouco tempo foi o outro menininho em São Paulo, fritado vivo dentro de um carro com a família. Antes tinha sido aquele outro ônibus no qual a vítima havia sido um bebê e uns outros desafortunados que estavam no lugar errado, na hora errada. E antes teve aquele, e aquele outro também.

E assim vamos em frente, vendo a barbárie tornar-se algo cotidiano, impregnado em nossa sociedade, e apenas rezando para que não chegue até nós. Mas é só. De resto, a sociedade brasileira não faz nada além. Não há um único movimento da sociedade civil organizada no sentido de conter uma das vertentes principais da criminalidade: a impunidade. É ela a grande vilã do presente e do futuro do Brasil como nação. É ela que permite à bandidagem comandar quadrilhas de dentro das cadeias, autoriza um Pimenta Neves a matar a namorada pelas costas, ser julgado, condenado, e ter a mesma liberdade que eu tenho de andar nas ruas, dirigir o meu carro e tirar um filme na locadora. É a impunidade que garante aos mensaleiros andar de cabeça erguida, como se honrados fossem, fazendo discursos no Congresso e gastando nos duty frees nas horas vagas. É também ela que joga na rua um menor delinqüente chamado Champinha, que violentou uma jovem durante três dias para depois assassiná-la com mais de 20 facadas.

(Continue lendo este artigo.)

Posts relacionados

Mais posts:

« « Señoritos satisfechos| Esquerdismo na América » »




1 comentário

  1. Endryias Avatar escreveu:

    Caro Diego é um prazer conhecer um verdadeiro Brasileiro, você é o que eu chamo de Patriota mesmo, pelo visto se divertiu bastante viajando pelo inferno onde o Diabo tem cara de macaco e é Texano, visto pelo (ps: gostou da bricandeira com o Pelo visto e visto pelo?) modo como se comunica em determinado paragrafo do seu comentario aqui posto percebo o quanto você é caridoso aqui com o nosso querido Brasil e com aqueles que “O” habitam, sim você é uma pessoa muito preocupada tanto que resolveu aumentar a economia Estado Unidense, antes de continuar gostaria de dizer a todos aqueles que acham que as pessoas que moram nos Estados Unidos da America são Americanos, estão compeletamente engados, quando na verdade Americanos somos todos nós e portanto as pessoas que nascem nos Estados Unidos da America são Estado Unidense, obrigado.
    Bem voltando ao nosso assunto onde discutiamos a impressão terrivel que o nosso amigo Diego depois de voltar de sua viajem ao BIG HELL teve sobre o nosso amado BRASIL é com verdadeiro desdem que vejo você aumentando a economia dos dono do poder e as crianças que vivem aqui pedindo comida no centro da cidade de São Paulo, A GRANDE CIDADE DE SÃO PAULO, que sustenta a metade ou até mais da economia do nosso país eu tenho muito mais pena delas que não pediram para nascer e ter que passar por necessidades tão cedo e eu te pergunto caro Diego, você já passou necessidade? é ruim viu meu amigo é muito ruim, você as vezes se sente um Zé ninguêm mas o bom de pessoas que possuem a cabeça sempre no lugar e tem uma consciência de que tudo na vida é passageiro e as fases fazem parte do passageiro, dar a volta por cima é num piscar de olhos e estalar de dedos, e gostaria de dizer a você também que violÊncia, assassinatos brutais acontecem em todos os lugares do mundo você esteve em um pais onde detem o recorde de assassinos seriais e até acho que foi o criador, as pessoas nos Estados Unidos pricipalmente os jovens que se acham no Velho Oeste e entram nas escolas dando tiro a torto e adoidado como diziam os antigos: ” A torto e adoidado viu meu fio”, ps: pausa de 1 minuto para eu acabar de comer a minha granola, obrigado.

    Então meu amigo a violência está em todos os lugares do nosso planeta TERRA e talvez até lá fora nas galaxias do nosso universo, fico imaginando dois meteoros brigando pela meteora, imagina só um quebrando pedra no outro, é brincadeira onde já se viu isto.

    Violência é uma caracteristica do ser Humano cabe a algums serem mais violentos e outros violentos, porque menos violento não existe, é como digo em uma musica minha ” QUAIS SÃO AS REGRAS DESTA HISTORIA, QUE SE PERDERAM NAS MEMORIAS, SOMOS SIMIOS SEM EDUCAÇÃO OU ALIENIGENAS DE OUTRA DIMENSÃO? Pois é isto se refere a todos os seres Humanos que se esqueceram de como viver em conjunto se é que um dia aprenderam e que também não sabem mais como a nossa historia se iniciou, acho que o homem ainda não está preparado para receber a vida como ela realmente tem que ser vivida, as preocupações em geral são uma dadiva ou a destruição do pensamento Humano, pense nisto e obrigado por poder me ler, seu TRAIDOR.

    Comentário de 24-2-2007 @ 1:57 am

Sorry, the comment form is closed at this time.




Add to Technorati Favorites



Blogarama - The Blog Directory








83 queries. 0,561 seconds. | Alguns direitos reservados.