25/05/2007

Algumas verdades inconvenientes

1) Sim, Hollywood ficou toda prosa com o filme do Al Gore. Contudo, ninguém me tira da cabeça que o cinema americano – com suas enormes explosões, incêndios e tiroteios – é responsável por pelo menos 50% do efeito estufa. O que quer dizer que, se não fosse o cinema deles, a Terra seria mais fresquinha. Sacou? Sem os filmes do Rambo, do governador Schwarzenegger e, sei lá, sem os filmes sobre a guerra do Vietnã, seria possível até mesmo nevar aqui no Centro Oeste. (Na fazenda da minha saudosa avó materna, geava. O tempo passou, a véia morreu e não geia mais.)

2) O Jornal Nacional mostra uma reportagem falando coisas terríveis sobre a poluição dos rios e a porcaria que são as tais garrafas plásticas e demais dejetos não-degradáveis encontrados em meio à natureza. (São mesmo, principalmente quando muito distantes da possibilidade de serem recolhidos e reciclados.) Em sua locução, a Fátima Bernardes faz a mesma cara de quando o Brasil perde um jogo na Copa, aquele olhar de amiga de defunto recém empacotado. Intervalo comercial: Coca-cola, guaranás x, y, e z. Todos em garrafas PET. Volta o jornal e aparece o William Bonner todo sorridente mostrando uma apreensão de toneladas e toneladas reluzentes de CDs e DVDs piratas sendo esmigalhadas por tratores ou seja lá o que for aquele monstro de ferro e aço. O pátio da polícia federal fica repleto de pequenas montanhas de lixo plástico e… alumínio? Não sei. Sei apenas que não falam nada a respeito do destino de tanto lixo. Por que não? Meu Deus! Por que nããão? À noite, a cabeça cheia de circunferências metálicas de brilhos iriados, os olhos teimam em arregalar-se. Tento dormir. Não consigo.

3) Prosseguindo minha pesquisa no Google, volto a encontrar vários sites se referindo ao aquecimento do próprio Sol. (Sim, basta digitar “solar warming“.) Isso me deixa preocupadíssimo, afinal ninguém parece dar atenção ao tema, o Al Gore não passa nem triscando nele, e o Sol impávido segue sua órbita ao redor do centro da Via Láctea, um colosso a ignorar nossos temores. Porra, penso, cadê a ONU? Alguém precisa multar o responsável pelo Sol, ameaçá-lo com uma comissão de astrônomos e, por que não?, de astrólogos. Caso o Sol prossiga com sua maldade, seria necessário enviar os capacetes azuis para tomá-lo de assalto, invadi-lo e fincar lá a bandeira das Nações Unidas. Hmmm. Sim, sim. É fato, os sacanas dos americanos certamente não cederão os foguetes da NASA. The bastards! Será preciso recorrer à Rússia, um povo muito mais racional…

4) Hugo Chávez acusa os futuros produtores de etanol de roubar terras necessárias à agricultura de alimentação, mas não se dá conta de que, segundo aquele pessoal da ONU que o convidou para xingar o Bush de diabo lá em Nova Iorque, o aquecimento global – responsável pela tal desertificação e pelo desarranjo climático destruidor das hortas das velhinhas camponesas de todo o mundo – é supostamente causado pela queima do petróleo que sustenta seu governo corrupto. Ou será que ele já tem a confirmação de que a culpa é apenas do Sol?

Posts relacionados

Mais posts:

« « Esquerda e direita| O empreiteiro budista » »




3 Comments

  1. paulo paiva escreveu:

    Hehehehehe! Vejam também este artigo sobre a verdadeira Verdade “Conveniente”. Matou a pau.

    Comentário de 25-5-2007 @ 10:59 pm

  2. Ronaldo Brito Roque escreveu:

    Cara, quando eu vi esse filme, a primeira pergunta que me ocorreu foi: Como faço para comprar ações de uma fábrica de condicionador de ar?

    Comentário de 27-5-2007 @ 9:56 pm

  3. Ronaldo Brito Roque escreveu:

    Vou transcrever aqui uma frase de um artigo da Veja sobre os Emirados Árabes.
    “no verão a temperatura chega a 50 graus, e não há quem agüente ficar na rua, longe do ar condicionado”.
    A reportagem não é sobre aquecimento global, é simplesmente sobre a construção de chópins em Dubai. Mas o que quero destacar é o seguinte: o homem pode perfeitamente viver num lugar que faça 50 graus no verão. Os árabes já fazem isso há séculos. Se começarmos a enfrentar verões assim, o máximo que vai acontecer é multiplicarmos a fabricação e o consumo de condicionadores de ar. Isso vai gerar mais empregos e mais produção. Vai ser bom. Por isso o melhor que cada um pode fazer é simplesmente comprar ações de uma fábrica de condicionador de ar, e ponto final. Alguma outra sugestão?

    Abraços,
    Rbr

    Comentário de 27-5-2007 @ 11:40 pm

Sorry, the comment form is closed at this time.




Add to Technorati Favorites



Blogarama - The Blog Directory








87 queries. 0.746 seconds. | Alguns direitos reservados.