- O Garganta de Fogo - http://blog.karaloka.net -

A lucidez de uma vítima

Com marcas de sofrimento estampadas no rosto, voz embargada pelas lágrimas e ainda buscando explicação para a morte da filha, Wilson Caetano de Araújo, disse estar convencido de que não haverá Justiça.

– Se ficar internado, esse menino estará em liberdade no máximo em três anos. E três anos não pagam a vida da minha filha – disse Araújo, para quem é preciso parar de usar a miséria, a falta de estrutura familiar e o problema social como ‘desculpa para matar’.

Minha filha não pode ser morta porque alguém não teve sorte na vida. Se isso fosse desculpa, o mundo acabaria – afirmou.

Araújo não é favorável à redução da idade penal. Para ele, a punição para quem comete este tipo de crime, como assassinato, deve existir em qualquer idade.

– Não concordo com isso. Diminuir para quê. Esse menino tem 13 anos e é ruim. Isso vem de índole – disse.

Posts relacionados