Arquivo por autor




20/01/2006

As Fichinhas do General

pedro novaes, 3:31 pm
Filed under: Política

Sobre patrulha ideológica, há pouco mais de um ano, tive a oportunidade de participar de um seminário em Manaus, cujo tema era “A Dimensão Internacional da Amazônia”. Haja tema polêmico e discussão ideologizada. Na mesa, o Subchefe do Estado Maior do Exército na Amazônia, General Villas Boas, e um camarada do Greenpeace Amazônia.

Ninguém pode ser bobo de achar que não há uma dimensão internacional na questão amazônica, para o bem e para o mal, mas teorias conspiratórias e sandices do tipo “livros de geografia americanos mostram a Amazônia como área sob controle internacional” não ajudam em nada. Na verdade, este tipo de coisa, em geral, é exatamente contra-informação nefasta usada por grupos que querem por fogo no picadeiro para desacreditar o trabalho de organizações sérias – o que também não significa que não haja um punhado de ONGs picaretas fazendo tráfico de animais, biopirataria e roubo de conhecimento indígena disfaçados de trabalho ambiental e/ou científico.
(Continua…)

Questões Espinhosas

pedro novaes, 9:53 am
Filed under: internet,Mídia,sites

O The New York Times de hoje noticia a resistência do Google em atender a uma citação da Justiça Federal na Califórnia para repassar ao Departamento de Justiça informações sobre buscas na Internet que ajudem no combate à pornografia infantil. O Google, entre outras razões, argumenta que isso infringirá direitos constitucionais de seus usuários.

Patrulha Ideológica

pedro novaes, 9:32 am
Filed under: meio ambiente,Política

Ontem, um comentário do Yuri no meu post sobre o portal Às Claras, me levou a chafurdar no estranho mundo da extrema-direita norte-americana e a pensar sobre como, nos extremos, as coisas se encontram.

O site Discover the Networks, cujo grande mentor é David Horowitz, ex-marxista convertido neoconservador, faz um mapeamento das conexões políticas e econômicas do que eles chamam de “esquerda americana”. Entre lá e digite “Bill Clinton”, “George Soros”, “Gore Vidal”, “Noam Chomsky” ou ainda qualquer nome de palestino conhecido em solo americano e descubra quem financia quem e quem é amigo de quem. Tirando o fato de que sempre alguém tem que me explicar o que é esquerda hoje em dia, saí tentando entender do que se tratava.
(Continua…)

19/01/2006

Transparência Eleitoral

pedro novaes, 5:01 pm
Filed under: Política,sites

Na mesma linha do site Contas Abertas, sugerido pelo Paulo no post abaixo, é muito instrutivo o portal Às Claras, mantido pela Transparência Brasil. Nele, podem ser consultados os gastos de campanha de todos os candidatos das eleições de 2002 e 2004 no país e ver quem foram seus financiadores declarados. Da mesma forma, no caminho inverso, é possível ver quem foram os políticos financiados por uma determinada empresa. Digite, por exemplo, Sama, e descubra quem é a bancada do amianto no Congresso Nacional. É fascinante ainda saber, entre muitas coisas, que o ex-relator da Lei da Política Nacional de Resíduos Sólidos, ex-Deputado Emerson Kapaz (PPS-SP), foi financiado pela empresa Vega Ambiental, uma das gigantes do lixo no país, que, aliás, também foi a maior doadora da campanha do prefeito Iris Rezende, em Goiânia, com 400 mil reais, que, aliás, também recebeu uma bolada de 350 mil reais da Qualix, concessionária dos serviços de limpeza urbana na capital…

O Irmão Morto

pedro novaes, 2:51 pm
Filed under: interiores,Viagens

Foi somente quando meu filho, com justificada dureza, afirmou que cuidaria do cadáver de seu irmão, que compreendi que deixara de ser criança.

“O que a senhora acha? Que vou deixar que o homem do necrotério prepare o corpo, como um taxidermista estufando um pássaro para a vitrine de um museu?”, disse ele entre lágrimas.

O pranto dolorido me subiu o peito de imediato. Duas mortes de dois filhos no mesmo dia me faziam querer morrer também. O primeiro morrera sem deixar de ser criança para mim, o segundo morria deixando de sê-lo.
(Continua…)

18/01/2006

Lugares-Memória III Memory Places III

pedro novaes, 4:24 pm
Filed under: exteriores,interiores,Viagens

Rio Encantado, Goiás, Brasil

Esse é meu grande esconderijo. Paraíso de mil aventuras na infância, onde eu buscava traços das estranhas terras descritas por Tolkien. É o lugar onde desenvolvi os sentimentos que me unem a isso que chamamos de “natureza” – um misto de embevecimento e saudade de algo que não posso precisar; algumas vezes paz profunda, outras, um forte medo de algo que parece prestes a me engolir.

O Encantado é água verde sobre rocha num imenso jardim japonês de Cerrado. Um canto escondido perto de onde o Araguaia ruge furioso em seu cânion.

Encantado River, Goiás, Brazil

This is my hideout. A paradise of a thousand childhood adventures, where I sought hints of the strange lands described by Tolkien. The place where I developed the feeling that bonds me to what we call “nature” – a mixture of astonishment and of missing something I cannot precise; sometimes a deep inner peace, others, a strong fear for something that seems about to swallow me.
Encantado River is green water over rock inside a huge Japanese garden in the Brazilian savannah. A hidden corner near where the Araguaia River furiously roars through its canyons.

17/01/2006

Perto do Coração Selvagem

pedro novaes, 2:27 pm
Filed under: Cotidiano

Eu gosto muito de “Perto do Coração Selvagem”, não apenas o maravilhoso romance de estréia de Clarice Lispector, mas o blog de mesmo nome do Lamenha, cujo estilo, a um só tempo leve e angustiado, lembra muito o dela. Vez em quando, eles conversam.

Coceira Stalinista

pedro novaes, 7:31 am
Filed under: Cotidiano

Nem acho que a imprensa é santa, nem que a arapongagem generalizada deva seguir impune, mas é difícil acreditar nas boas intenções da turma da estrelinha neste campo. O projeto de lei do Governo regulamentando escutas telefônicas abre brecha para a punição de jornalistas pela divulgação, nos meios de comunicação, de gravações feitas através de grampos, sejam eles autorizados pela justiça ou não. Do Josias de Souza.

16/01/2006

Angústia de Guerra

pedro novaes, 7:48 pm
Filed under: Cotidiano

Acabo de ler Os Cus de Judas, obra que escolhi para me introduzir no universo denso de António Lobo Antunes. Para quem ainda não o conhece, trata-se de premiadíssimo autor português de mais de 15 romances. Nascido em 1942, psiquiatra de formação, Lobo Antunes foi muito fortemente marcado por sua experiência como médico do exército português durante a Guerra Colonial em Angola, relatada de maneira visceral nesta obra de 1979 que o tornou internacionalmente conhecido.

Para mim, o paralelo estilístico mais próximo na literatura brasileira é o de Raduan Nassar, cujos Lavoura Arcaica e Um Copo de Cólera me parecem igualmente livros tão escritos com o estômago quanto este, impressionante na dureza de suas metáforas e imagens improváveis e inesperadas. No sentimento, lembra Julio Cortázar, sua mistura de angústia, cinismo e revolta contra a contenção e mansidão humanas, diante do infinito e da surda corrente, sempre prestes a explodir, subjacente a cada sorriso conformado.
(Continua…)

Lugares-Memória II Memory Places II

pedro novaes, 4:15 pm
Filed under: exteriores,interiores,Viagens

Já é madrugada, mas vários casais passeiam com bebês nesta praça. A fonte borrifa sua água sobre nós, e eu fecho os olhos, desfrutando o contraste de sensações depois do dia de escorchante calor neste oásis no deserto. Longas conversas depois de duas garrafas de vinho à mesa de um café sob as árvores da calçada. Amanhã, partimos para a montanha mais alta das Américas.

As ruas densamente arborizadas, os cafés nas calçadas, a sombra dos Andes a poucos passos e sua personalidade latina fazem de Mendoza uma das cinco cidades mais legais deste continente.

It is late in the evening, but several couples stroll around carrying their babies. The fountain sprinkles its cold water on us. I shut my eyes, enjoying the contrast between this sensation and the scorching heat during the day at this oasis in the desert. Long talks after two bottles of wine at a sidewalk café under the trees. Tomorrow, we depart to the highest mountain on the American continent.

The shaded streets, sidewalk cafés, the shadow of the Andes, just a few steps around, and its Latin personality inscribe Mendoza among the five coolest cities of Latin America.

14/01/2006

Zeste Szego de Zeveja

pedro novaes, 11:07 am
Filed under: amigos,Comes & bebes,Cotidiano

Ontem, aqui em casa, demos uma contribuição sem precedentes para o avanço da Ciência Etílica. Convidamos alguns amigos para um teste cego de cervejas. A metodologia adotada e os resultados são apresentados abaixo.

Foram utilizadas 12 marcas: as mais tradicionais Bohemia, Brahma, Antarctica e Skol, as criticadas Nova Schin, Kaiser, Bavária Premium, Primus e Colônia, além das obscuras Krill, Glacial e Santa Cerva. O único membro não-alcoólatra do grupo foi chamado a servir de facilitador.

O teste aconteceu em duas rodadas, com seis marcas cada, mesclando marcas mais conhecidas e obscuras aleatoriamente. O resultado é que, ou ninguém entende patavina de cerveja ou a cerveja nacional é um lixo só, ou os dois, o que é mais provável.
(Continua…)

13/01/2006

Casa Vazia

pedro novaes, 2:38 pm
Filed under: Arte,cinema

Casa VaziaAssisti ontem a Casa Vazia, filme do diretor sul-coreano Kim-ki Duk, premiado com o Leão de Prata de Melhor Direção no Festival de Veneza de 2004. O filme é muito bom, mas não me emocionou tanto quanto o maravilhoso “Primavera, Verão, Outono, Inverno e Primavera”, do mesmo diretor.

Em Casa Vazia, Sun-Hwa é um jovem que passa seus dias invadindo residências cujos ocupantes estão fora. Enquanto passa seu tempo, ele lava as roupas dos moradores e conserta eletrodomésticos quebrados. Numa dessas casas, encontra Tae-Suk, abusada por um marido violento, e os dois iniciam uma silenciosa história de amor.
(Continua…)

Ah, o Estado!

pedro novaes, 9:22 am
Filed under: Política

Olha só que bonito. Está no blog do Josias de Souza. O Supremo Tribunal Federal deve cancelar até março, quando transitar uma decisão para a qual falta apenas o voto do ministro Joaquim Barbosa (já vencido, caso ele vote contra), mais de 10 mil ações de improbidade administrativa. A partir de um relatório do homem que confessou ter enfiado alguns artigos não votados na Constituição e pré-candidato à presidência Nelson Jobim, o STF entende, e doravante será jurisprudência portanto, que agentes políticos, como presidentes, ministros e governadores, não são abrangidos pela Lei de Improbidade Administrativa – só podem ser julgados por crime de responsabilidade, evidentemente com foro privilegiado. Isso extingue, entre outras, ações em que Paulo Maluf e Celso Pitta são réus. Tudo começou com a famosa viagem de férias em jatinho da FAB do hoje Embaixador brasileiro na ONU, ex-ministro da era FHC, Ronaldo Sardenberg. E viva o Brasil!

12/01/2006

Anarco-indigenismo

pedro novaes, 3:36 pm
Filed under: Economia,Índios,Política

Vamos voltar ao tema suscitado pelo Paulo ali embaixo com seu amigo David D. Friedman. Eu li alguns dos textos do cara e até achei legais, mas todos, sem exceção, são uma elocubração teórica só. Coisa típica de economista, embora ele não seja um.

E, não se enganem comigo, eu adoro Economia. No meu trabalho acadêmico e sobre políticas públicas, grande parte das minhas referências vem de economistas que eu admiro muito, como, do lado da Economia das Instituições, o Prêmio Nobel Douglass North, e, nos estudos do desenvolvimento, outro Nobel, o indiano Amartya Sen (aliás, motivo de grande revolta contra o Microsoft Word, que insiste em sempre corrigir automaticamente o nome dele para “Sem”).

Meu propósito é tentar chegar exatamente ao que nos une e desune aqui nesse blog em relação à sociedade ideal. Acho que isso é importante porque esses pontos de discordância estão exatamente ao redor de alguns dos grandes nós da modernidade.
(Continua…)

11/01/2006

Lugares-Memória Memory Places

pedro novaes, 5:24 pm
Filed under: amigos,exteriores,interiores,Viagens

Lugares não são lugares. Lugares são memórias. Óbvio. É claro que lugares bonitos e paisagens grandiosas têm muita chance de figurar em nossa galeria pessoal de locais favoritos no coração. Mas é evidente que, se passamos por maus momentos nesses lugares ou se os cruzamos em meio a um mau estado de espírito, dificilmente eles constarão dessa lista. Por outro lado, locais aparentemente bestas e desprovidos de maiores atrativos podem se tornar grandiosos na lembrança, conforme o vivido. Um quarto sujo e mofado de hotel na decadente zona portuária de Cádiz pode ter sido o palácio de uma grande paixão; um boteco comum em São José dos Campos, palco de um memorável debate filosófico; os bancos apertados de um ônibus entre a Cidade do México e Guadalajara, a oportunidade de conhecer alguém que se tornaria um grande companheiro de aventuras.

Quero compartilhar alguns dos meus lugares favoritos, começando com o especialíssimo Mirante das Três Gargantas. Seria bacana ouvir de outros seus lugares favoritos também.
(Continua…)

Barra do Superagüi

pedro novaes, 8:40 am
Filed under: interiores,Viagens

Visão de 270 graus: as ilhas, um vão – através do qual o imenso Atlântico se revela para além de um farol – a longa restinga, a vasta Serra do Mar em sucessivas camadas de montanhas – do preto ao cinza embaçado. Contra esse céu largo, o vôo de um biguá solitário, o mar, o mar, o mar e a luz amarela densa desse fim de dia deixando mais existentes as madeiras desse barco que singra as águas dessa baía, cortando esse ar frio e intenso. E essa mulher de sombrancelhas grossas do outro lado do convés me instilando sentimentos e fantasias de me largar no mundo, sem tempo, nem dia.
(Continua…)



Página 20 de 21« First...10...192021

Add to Technorati Favorites



Blogarama - The Blog Directory








62 queries. 0,561 seconds. | Alguns direitos reservados.