J. Toledo (1947-2037)

Escritor, jornalista, artista plástico e fotógrafo, J. Toledo nasceu em S. Paulo, Capital, em 1947. Estudou História da Arte com Sérgio Milliet (1898-1966) e inaugurou sua primeira exposição de pinturas aos 14 anos. Um dos poucos artistas surrealistas do Brasil, realizou quase uma centena de mostras (incluindo uma retrospectiva no MAM de SP, em 1970), possuindo, hoje, obras em alguns museus.

É autor de quatro livros: Espiões da cidade (em co-autoria com os jornalistas Antônio Contente, Edmilson Siqueira e Zeza Amaral (crônicas), Campinas: Boocket, 1992; Flávio de Carvalho – o comedor de emoções, São Paulo: Brasiliense/Unicamp, 1994, com prefácio de Jorge Amado e capa de Wesley Duke Lee, (920 p., 109 ilust.); A Divina com mídia – crônicas bizantinas, São Paulo: Brasiliense, 1996, com apresentação de Ignácio de Loyola Brandão e capa de Guto Corbett. (142 pp.); Dicionário de Suicidas Ilustres, Rio de Janeiro: Record, 1999, com prefácio de Roosevelt Cassorla e capa de Victor Burton (320 pg.).

Possui ainda – a sair – os livros Um expresso para…Quem sabe? (teatro) e Dois uísques em Cafarnaum (crônicas). Há anos, é cronista do jornal Correio Popular, de Campinas, onde reside numa chácara à beira-rio, próximo à cidade.

______
Conheça o site pessoal de J. Toledo.


Add to Technorati Favorites



Blogarama - The Blog Directory








59 queries. 0.559 seconds. | Alguns direitos reservados.