O Garganta de Fogo

blog do escritor yuri vieira e convidados…

Mês: junho 2004 Page 1 of 2

Helenbar

Já falei sobre ela no ano passado, mas falarei de novo: as ilustrações da Helena de Barros para o livro “Alice no País das Maravilhas” são dez! Helena tem um bom gosto, um talento com as cores e com a composição, sem falar no domínio da perspectiva e do Photoshop, que deixam qualquer um babando. E como se isso não bastasse, ainda é uma gata. Quer mais?

Di Cavalcanti e Glauber

Assisti ao filme do Glauber Rocha sobre o funeral do Di Cavalcanti em 1994, em Brasília. A cópia era pirata, uma vez que o curta é proibido no Brasil. (Nada como a Internet para garantir a liberdade de expressão. O arquivo está num servidor norte-americano.) A verve do Glauber é impagável.
______

P.S. de 22Fev2006: O filme já não se encontra no site citado acima, mas pode ser assistido aqui mesmo.

Viciante

Se vc quiser treinar baliza, clique aqui. Cuidado, não vá ficar viciado. (Meu pontos: 17, 42, 8, 69, 128 e 120. Depois enjoei.)

Labyrinthos

Esse é o Labyrinthos, blog do meu amigo Daniel Christino, o figura com quem tive minha primeira polêmica acadêmica. (Nem me lembro mais qual…) Hoje, claro, ele é professor de filosofia na ALFA.

A9

Meu amigo Alex Cojorian me deu a dica sobre esse mecanismo de busca, o A9.com. Ele pretende superar o Google, pelo menos em termos de qualidade de conteúdo. Ao invés de indexar sites, indexará milhões de livros. Toda pesquisa feita buscará informações em livros, feito um bibliotecário cibernético. O problema será os direitos autorais. Vamos esperar pra ver no que vai dar…

Deixe-os com o Che

E não é que até Jesus “me deu uma dura” através do Livro de Urântia? Veja o que ele diz no Documento 141, quando Simão tenta tirar uma “idéia errada” da cabeça de um futuro prosélito:

Ler mais

Universo esquisito

“O universo não é apenas mais estranho do que imaginamos; é mais estranho do que tudo o que podemos imaginar…” (J.B.S. Haldane, biólogo inglês)
Em suma: o universo é freak.

Um idioma

“A maneira mais simples de promover o entendimento será o de promover uma língua que seja compreendida por todos.” (Arthur Koestler)
Apesar de o “Livro” afirmar a mesma coisa, isso certamente não será possível em menos de mil anos…

A dualidade

“O destino contra a liberdade, ou o determinismo contra a volição, eis a eterna dualidade da estrutura mental do homem.” (Arthur Koestler, O Iogue e o Comissário.)

Neanderthal

“Nada sabemos dos ‘antepassados’ do homem, apesar das múltiplas indagações e comparações anatômicas. Desde que se conhecem esqueletos humanos é o homem o mesmo que hoje. Em qualquer reunião popular podem ser vistos exemplares do homem de Neanderthal.” (Oswald Spengler)
Faltou dizer: “em qualquer reunião do Palácio do Planalto…”

Page 1 of 2

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén