03/10/2002

Ainda sobre as eleições

yuri vieira (SSi), 9:23 am
Filed under: Humor,Política

É verdade, tenho preferido fazer brincadeiras a respeito da campanha e do bocó do Lula do que partir para a crítica direta. Percebi que as pessoas – até mesmo amigos – confundem uma visão fria e lúcida dos fatos com insensibilidade para com os excluídos e, quem diria, até mesmo com desamor. Como se o amor necessitasse da política para renovar o mundo. Como Krishnamurti, creio que “a revolução fundamental é revolucionar-se” e que “a única revolução real é o amor“. (E é claro que eu sei que Deus Pai é que é o amor.) Não entrarei na questão do porquê acho o Lula um completo farsante. Aliás, não apenas ele, mas todos os candidatos são péssimos, todos têm a semente do totalitarismo em suas almas. Ou partem de um populismo raso (Garotinho) ou vivem sob as asas do marxismo (Serra, Lula, Ciro, etc.). E o marxismo até hoje se diz “científico”, dono da verdade, mas – como já dizia o Jacques Bergier (um dos pais do realismo fantástico) – “o marxismo é tão científico quanto o lobo é avó“.

Enfim, se esse Lula for eleito – Deus nos livre! – vamos ver quanto tempo levará – e quantas merdas ele precisará fazer – para que seus equivocados eleitores se arrependam amargamente por tê-lo escolhido. Podem anotar o que digo…

PS.: Clique na imagem para ouvir o discurso do Lula…

____
Atualização de 2010: eis o discurso…

Posts relacionados

Mais posts:

« « O Céu e o Inferno| Universos paralelos e eleições » »




No Comments

No comments yet.

Sorry, the comment form is closed at this time.




Add to Technorati Favorites



Blogarama - The Blog Directory








82 queries. 0.637 seconds. | Alguns direitos reservados.