O Garganta de Fogo

blog do escritor yuri vieira e convidados…

Dicionário Etimológico

É deprimente não haver um dicionário etimológico online da língua portuguesa. Enquanto isso, vamos nos contentando com o Online Etymology Dictionary. Entre nós, a tal “democratização do conhecimento” é apenas uma figura de linguagem. E o que tem de sanguessuga nas universidades coçando o saco… puts, sem comentários.

Anteriores

Dora Kramer

Próximo

Ubaldo e a sujeira

45 Comments

  1. carlos

    Seria importante que os gigantes da informática tal como a Google, a Microsoft,entre outros, pudessem presentaer os estudantes de todas as áreas com um dicionário Etimológico da Lingua portuguesa. Aqui fica a sugestão.

  2. Senhor
    É de facto lamentável a inexistência de um dicionário etimológico de português online. Há uns tempos andei a tentar descobrir a origem da expressão ‘XPTO’; não sei se é usada no Brasil mas em Portugal é corrente. Descobri (não me recordo onde) que é a transcrição para o alfabeto latino das iniciais em grego de algo (outro esquecimento) relacionado com Cristo. Será que alguém me pode ajudar a relembrar? Agradecido,
    Santos Dias

  3. Paulo Araujo

    Santos Dias; essa obtive na internet em um “Dicionario de folclore para estudantes”, não publicado em livro. Lá vai:

    X é a letra do fonema KI; P em grego é o nosso R (chamado RÔ); T é TAU, nosso T; O é o ÔMEGA, nosso O. A representação simbólica era a figura de um peixe, entre os cristãos.

  4. Paulo Araujo

    Santos Dias, a nota acima saiu incompleta; aí vai o significado, digamos, na gíria:

    – X.P.T.O. significa tudo que é excelente, superior, muito bonito, ótimo; è a abreviatura do nome CRISTO, em grego. –

  5. Paulo César S. Jr.

    Nobres amantes da Língua Portuguesa deixo também aqui o meu protesto, uma certa indignação pela falta de recursos disponiveis a todos nós para pesquisarmos sobre a origem do nosso rico e vasto vocabulário… Diante do comentário de alguns colegas acima, não encontrei para buscar o que preciso saber, isto é, na net.
    Entretanto, fiquei muito feliz com disposisão do nosso querido Paulo Araujo em nos ajudar… “Parabéns pela iniciativa, pois o nosso Brasil precisa de individuos como você”…
    Aproveitando a oportunidade e de sua colaboração chara, gostaria de saber qual o siginificado do termo, que acho ser +- isto, temporístico ou atemporístico, tal termo surgi em alguns dicionários, está ligado a uma forma de tempo verbal. Essa ajuda que lhe peço é para que eu possa tirar a duvida de um amigo… Desde já lhe agradeço Paulo Araujo se puder me ajudar. Um abraço a todos amantes do nosso vernáculo.

  6. Márcia

    O fato de não ter um dicionário etimológico,ao qual todos possam consultar, demonstra o quanto o conhecimento ainda está condiocionado a uma pequena parcela de pessoas,a dos intelectuais que podem dispor de grana pra obtê-los.Já eu uma humilde estudante de letras,ou pago as mensalidades,ou compro livros.Lamento ainda mais o fato de não encontrar dicionários sobre a origem da língua portuguesa na intenet,já que pretendo trabalhar esse tema no meu TCC.

  7. Paulo Araujo

    Ao Paulo Cesar S. Jr, sugiro ver no Houaiss o elemento de composição (não posso reproduzir aqui por ser muito grande, além do problema dos direitos autorais); não sei mais que outros, apenas sei procurar o que gosto de estudar. Obrigado pelo apoio.
    Márcia, intelectuais somos todos nós que usamos o intelecto para aprender e ensinar. Por acaso, descobri na internet um HOUAISS on-line gratuito, que é o melhor dicionário atual para pesquisa etimológica, já que não temos um específico. Veja a URL abaixo.

  8. Paulo Araujo

    Paulo Cesar, desculpe a falha técnica; o elemento é: temp(or)-

    Márcia o URL é tudo isso aí:

    http://dicionario.cijun.sp.gov.br/
    houaiss/cgi-bin/houaissnetb.dll/
    frame?palavra=a#1

  9. Luciane

    Caros amantes da língua portuguesa, entendo a indignação de todos e sei que necessitarei de ajuda, pois meu doutorado em Lingüística e Língua portuguesa começa a exigir pesquisas mais profundas sobre a origem de certas palavras identificadas no meu corpus. Aceitarei ajuda posterior.

    Luciane

  10. Paulo Araujo

    Márcia, em auxílio à sua pesquisa, veja o site
    http://www.purl.pt
    Você encontrará em ‘datas’, ‘1606’, o livro “Origem da Lingoa Portuguesa”, de Duarte Nunes do Lião, o primeiro livro sobre o assunto, com o que ele sabia de etimologia da língua portuguesa. A reprodução é do original, para ser lida; caso queira reproduzir algum trecho ou página, basta pedir licença por e-mail. Espero ter ajudado.

  11. Paulo F Gavron

    É fatal, precisar e não encontrar. Mas lamentações fazem acontecer. Afinal quem não chora não mama. E eu precisando da etmologia da palavra idoso. Será que vc poderia me auxiliar colega?

  12. Paulo Araujo

    Paulo Gavron: no Houaiss, ‘idoso’ é formado por ‘idade’ + suf. ‘-oso’; idade, por sua vez, tem origem no latim, ‘aetas, aetatis’, com o mesmo significado do português, mas há controvérsias.
    A querela é grande e extensa, não havendo espaço nesta janela para reproduzir todo o conteúdo. Ao passar por uma livraria dê uma conferida ou então consulte o site informado por mim no comentário 58 acima. Espero ter ajudado.

  13. Caros amigos e amigas do Brasil:

    Na Galiza também se fazem bons dicionários da língua portuguesa, ou galega, como ainda é chamada por estas bandas do noroeste da Península Ibérica.

    Na net pode ser consultado o Dicionário Eléctronico Estraviz, no seguinte endereço:

    http://www.agal-gz.org/estraviz

    com mais de 90000 verbertes, quase todos com a correspondente etimologia.

    Este dicionário está alojado no Portal Galego da Língua (www.agal-gz.org), onde também podem ser consultadas as Cantigas Trovadorescas, entre outra muita informaçom.

  14. Paulo Araujo

    Sobre a nota acima, já conhecia o Estraviz, que é muito bom dicionário; é louvável a iniciativa de seu criador, ao disponibilizá-lo na WEB, gratuitamente. Em breve, teremos o Dicionário Caldas Aulete, com mais de 200.000 verbetes, também online, e grátis (pelo menos no início da divulgação). Como eu comentei na nota 37, o Min. da Cultura deveria fazer TAMBÉM o tipo de cultura que este blog abre à discussão. Esse Ministério, quando era da Educação e Saude (dos anos 30 aos 50)publicou excelentes dicionários.

  15. Laura

    Um bom dicionário para quem procura a origem etimológica em inglês a fim de comparar com alguns termos cognatos com o idioma luso é o http://www.thefreedictionary.com/

  16. Henrique

    Usem este site. Nao é o maximo, mas tem a etimologia de muitas palavras, em modo nao aprofundido
    http://www.priberam.pt/dlpo/definir_resultados.aspx

  17. jr jacques

    Absurdo!
    Etimoligia infelismente ainda é algum desconhecido da grande maioria, as palavras trazem um conhecimento muito grande, é triste mais acho que ainda levara alguns anos para surgir um dicionario etimologio online no nosso indioma.

  18. Acho que posso dar uma dica interessante, ao invés de ficarmos lamentando como seria o dicionário on line, vejo que isso é possivel. Podemos, como usuário, incrementar um dicionário do tipo wikipédia, ou mesmo nele, as palavras com suas etimologias, o wikipédia é o maior dicionário on-line que existe e feito pelos próprios usuários.

  19. só pra cadastro, desculpem

  20. Miriam

    olá!!

    Alguém poderia me ajudar a encontrar a origem etimológica das palavras perfeição e agressão?

  21. Fábio

    Realmente!!! O negócio é complicado… Faz tempo que estou buscando a origem das palavras “civilização” e “barbárie”, mas em cada site que eu entro diz uma coisa diferente…

    Pois é: viva a era digital, a inclusão digital, o livre acesso a informação, o rompimento de barreiras, a globalização… Tudo conversa pra boi dormir (boi=países subdesenvolvidos)…

    Parabéns pelo site!!!

  22. Paulo Araujo

    O Dicionário Aulete Digital é vasto e tem BREVE etimologia de todos os verbetes; é online e grátis.
    Quem estiver disposto a gastar até R$ 100,00, terá um completo dicionário etimológico no Houaiss em CD-ROM; no Aurélio CD-ROM, mais modesto ou no Dicionário Etimológico da Lexikon Editora, impresso, cerca de R$ 80,00. Somente ‘etimológico’, online, grátis, NUNCA EXISTIRÁ,NÃO É COMERCIAL.

  23. Leo Angeli

    Pessoal eu tenho a resposta de por que não temos ainda um Dicionário Eetimológico em português na internet. É simples, sua consulta seria muito pequena com algumas dezenas de pessoas por dia e isso não dá dinheiro,(“Ibope”), para a página onde se localiza. Infelizmente o capitalismo faz acontecer essas coisas. Mas minhas palavras com relação ao Dicionário é que eu iria consultá-lo pelo menos uma vez por semana se ele existisse. Adoro saber de onde as palavras vêm e procuro na net ah mais de 10 anos por isso. Obrigado Amigos

  24. Hahaha. Respondendo a post #12 acima, que disse indio é formado pelo prefixo in (não,sem ou sem ser)combinado com a palavra dio(deus) que significa (sem deus).

    Indio é o nativo da India (ou aqueles que foram confundidos como tal pelos descobridores). A palavra India vem do latim “India”, que vem do Grego “India”, que vem do antigo persa “Hindu”. Isso tudo antes séculos antes de cristo e do monoteismo aludido pelo nossa linguista amador.

    Indo um pouco mais para trás, a palavra “Hindu” (do antigo persa) se refere aos habitantes do vale do rio “Sindhu”, que fica na província de Sind na atual Índia. E Sindhu é um termo original do Sânscrito antigo (uma língua morta muito mais antiga que o Latin, diga-se de passagem).

    Quem quiser checar pode ler aqui ou aqui.

    Realmente precisamos de mais recursos etimológicos online em português, antes que comecem a inventar onda, como o post #12.

    Aos interessados, escrevi um curto artigo sobre etimologia da palavra bigode no meu web site.

  25. Grr… terrível esses sistemas que não deixam dar “preview” do comentário, nem editar depois…

  26. Referencia ao meu artigo saiu estragada.
    Veja abaixo.
    http://simplesmente.com/2008/03/23/bigode/

  27. paulo araujo

    As indicações de Pedro Moreira são,infelizmente, muito restritas, ou a determinado tema ou apenas a citação de um deles (sbprp.com), ou, ainda, comentários genéricos sobre dicionários (eca.usp.br); dicionário GERAL, com rubrica etimológica, grátis, somente o Aulete Digital, do qual foram baixados mais de 400.000 downloads.

  28. Antonio Olivio

    Caros,

    Alguem ajude este anõnimo poeta que busca a etmologia da palavra: conquistar. De onde vem , do latim , do grego ou de uma metáfora
    qualquer?

    Obrigado……

  29. Laísa

    é eu concordo com vcs…
    eu só tenho 11 anos(vo faze 12 dia 12/04)
    e ja precisu do dicionario!!!
    eu tenho q faze tarefa e naum acho oq eh
    abiogênese e no meu livro ta falando pra
    procura num dicionário etimológico…
    e cade????
    num tem!!!!
    e a nº 2 tbm eh sobre a abiogênese!!!!
    e eu to ferrada pq eu vo i
    pra escola sem faze metade da tarefa!!!
    + olhando pelo lado positivo…
    eu num vo te q copia aquele mundarel
    d coisas!!!!!
    muito obrigado por lerem minha opnião!!!
    bjuss
    XXXXX
    OOOOO

  30. Paulo Araujo

    Prezada Laísa,
    O dicionário do Houaiss tem o significado e a etimologia dessa palavra que você tanto procura. Só tenho a lamentar que você, que tem apenas 12 anos (desde ontem), mas tem consciência de que está escrevendo fora da norma que você já aprendeu, esteja usando a escrita coloquial da internet, para tratar de um trabalho escolar, o qual você não poderá apresentar escrito dessa forma. Desculpe a franqueza, mas tenho por obrigação ensinar.
    POR ISSO MESMO,vou ajudá-la.
    ABIOGÊNESE é uma hipótese, no campo da Biologia (que não mais se sustenta cientificamente), segundo a qual um ser vivo poderia ser gerado contínua e espontaneamente de matéria não viva; são seus sinônimos, heterogênese e heterogenia. A etimologia vem do vocábulo inglês abiogensis, criado por Huxley, em 1870, e é formada pelo prefixo grego ‘a-‘, que significa ‘privação’, pelo vocábulo grego ‘bíos’,(vida) e pelo também grego ‘génesis’, (criação), ou seja, abiogênese quer dizer ‘vida gerada de algo sem vida’. E FAÇA UM BOM TRABALHO, sem se esquecer que, para torná-lo melhor, tem sim, que consultar um mundaréu (com u no final) de coisas.

  31. Esequiel

    É só Vocês pesquisarem os preços de dicionários etimológicos que saberão porque eles não estão na Net e Online… hahaha
    Essa cambada de ladrões culturais…

  32. Eduardo

    Alguem poderia me ajudar escrevendo a etimologia da palavra homem?

  33. luiza

    eu estou a horas!!
    tentando descbrir a origem de
    culinária
    e nada!
    tenho 14 anos hehe
    zoa
    eh por curiosidade mais mesmo assim
    “poxa”é muito chato não ter .

  34. rejane

    Poxa!
    Queria saber o verdadeiro siginificado da palavra “A M O R”?

  35. Sheila Dias

    Apego:
    Gostaria de saber etimologia de “apego”, e descobri no site http://www.agaz-gz.org/estraviz que é originada do latim appicare, mas nos dicionários de latim só tem traduções de advogados. Alguém sabe o significado de appicare? sic:

    Apegar v. tr. (1) Unir, juntar, pegar. (2) Fig. Contagiar: apegou-lhe a gripe. (3) Fig. Comunicar, influenciar, transmitir: apegou-lhe os seus vícios. (4) Deitar raízes uma planta. v. r. (1) Unir-se, juntar-se. (2) Aferrar-se, agarrar-se: apegou-se o guisado. (3) Fig. Afeiçoar-se, ter apego. (4) Fig. Radicar-se, gravar-se: aquela conversa apegou-se para sempre na sua memória. [lat. *appicare].

  36. Paulo Araujo

    Sheila Dias, você consultou um dicionário de galego, que serve para o que for igual ao português (e é muita coisa, mas não tudo). Se você consultar o verbete `pegar`, no Houais, vai encontrar o étimo remoto latino, `pico, picare`, que significa `sujar-se, impregnar-se, trazer para si, ter em si`. Realmente, quando voce `se apega`(a + pega), você `traz para si` o objeto/a pessoa a que/quem se apegou, em suma você `se lambuza`. Mas veja o Houaiss porque como está citado lá, a explicação é complexa. Não sei se você percebeu, mas no Estraviz o étimo latino *appicare tem um asterisco antes da palavra: isto significa que o termo não existiu, de fato, em latim, ou nunca foi encontrado em qualquer texto, sendo, por isso, um termo ‘reconstituído’, ou ainda, se existiu era grafado assim.
    Em português, apegar é ‘a + pegar’ e ‘pegar’ é ‘pico, picare’, em latim; ou seja, ‘pegar’ existiu em latim. Pegar tem o radical ‘peg-‘, que vem de ‘pez’, que é a resina que escorre dos pinheiros. Pense em ‘apegar’ como algo ‘pegajoso’, ‘untuoso’, ‘grudento’, como são as resinas. ‘PEGOU’?

  37. Dri

    Concordo!!!

    Quando eu assinava o UOL tinha acesso ao Houaiss, e esse tem a etimologia das palavras.
    Agora que não assino mais, perdi o acesso a essa informação tão preciosa e indispensável para minhas aulas e artigos.

    Bjs

  38. ana

    Olá,

    quero apenas dizer que, quando se agradece, se pode dizer “obrigado”, se o emissor é homem e “obrigada”, se quem fala é mulher.
    Questão de etimologia, claro!…

    Um abraço

  39. ana

    Não percebo por que carga de água o comentário saíu com aqueles gatafunhos. Mas percebe-se.

  40. Victor

    Oi gente, realmentestá muito difícil conseguir a etimologia das palavras pela internet pois corremos o risco de cair em falácias, como nosso amigo se referiu à palavra “índio”, in- “sem”, dio – “deus”, etc.
    Uma dica que dou pro pessoal é adquirir o Dicionário Etimológico da Língua Portuguesa do ANTONIO GERALDO DA CUNHA, esse livro foi publicado em 1986, pela Editora Nova Fronteira e logo esgotou-se, porém a Editora, Lexical, corrigiu e o publicou novamente em 2007, e é possível adquirí-lo, é um ótimo dicionário, e realmente é um dicionário de etimologia, sem aquelas falácias que encontramos por aí.
    Espero tê-los ajudado.
    Victor

  41. Henrique

    ta ai um
    http://www.priberam.pt
    +- mas da pro gasto

  42. cjusto

    realmente!

    no meio de tanta tecnologia, tanta universidade, tanto curso de letras…..

    não há um único dicionário etimológico.

    mas parece-me que ninguém quer preservar e valorizar a nossa língua.
    exemplo disso é o tal acordo ortográfico…
    perfeitamente disparatado!

  43. Margarida Almeida

    Também quero expressar o meu desapontamento por não encontrar um dicionário etimológico português.
    Procurava a origem de enveredar. Pretendia confirmar se a sua origem apenas ficava por vereda…
    Um abraço.
    MA

  44. João Ricardo

    Quero deixar aqui manifesto o meu descontentamento também.

Os comentários estão desativados.

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén