Arquivo para novembro, 2003




13/11/2003

Glauber e Allen

yuri vieira (SSi), 1:58 am
Filed under: cinema,Imprensa

Se Glauber Rocha tivesse se espelhado no exemplo de Woody Allen – que, com razão, sempre preferiu delirar diante da discrição profissional de um psicanalista que diante da voracidade espetacular de um jornalista – não teria desperdiçado tanta energia e atraído tantas invejas e ressentimentos. O peixe sempre morre pela boca. E Glauber, claro, era pisciano…

Jô Soares e os ETs

yuri vieira (SSi), 1:43 am
Filed under: extraordinárias,HQs,Humor

Eis a charge que enviei, anos atrás, ao Jô Soares, depois de assistir a uma entrevista, em que ele sacaneou sem parar um suposto abduzido por extraterrestres.

King Laden

yuri vieira (SSi), 1:36 am
Filed under: Cotidiano,Humor

Eis um cartão postal, enviado por meu pai à minha mãe, quando esteve em Nova York, a trabalho, nos anos setenta.

Devota, pero…

yuri vieira (SSi), 1:31 am
Filed under: Arte,colírio,plásticas

Isso eu chamo de arte. Seria sacra não fosse tão… carnalmente virginal.

Livros, livros…

yuri vieira (SSi), 1:02 am
Filed under: livros

Eis alguns dos livros que, nesses últimos meses, estive lendo – alguns ainda estou(*) – e que recomendo a todos: “Sir Richard Francis Burton (biog.)”, de Edward Rice; “Rumo à estação Finlândia”, de Edmund Wilson; “Poesia”, de Jorge de Lima; “O Céu e o Inferno”*, de Emanuel Swedenborg; “Livro do Desassossego”, de Fernando Pessoa; “Albertina Desaparecida”*, de Marcel Proust ; “Uma paixão no deserto”, de Honoré de Balzac; “A força sexual ou o dragão alado”, de Aïvanhov; “Autobiografia de um Iogue contemporâneo”, de Paramahansa Yogananda; “Por dentro do III Reich”, de Albert Speer; “Sri Isopanishad”, tradução de Bhaktivedanta Swami Prabhupada; “Memórias de um suicida”*, de Yvonne A. Pereira; “Lao Tsé”, (biografia recebida por Inspiração Especial e anônima); “Ideário de Glauber Rocha”, de Sidney Rezende (organizador); “Filosofia e Cosmovisão”*, de Mário Ferreira dos Santos, “John Ford (biog)”, de Luis de Pina e, claro, o “Livro de Urântia”.

12/11/2003

Projeciologia

yuri vieira (SSi), 12:42 pm
Filed under: extraordinárias,livros

Gente, acabo de ganhar o livro “Projeciologia – panorama das experiências da consciência fora do corpo humano”, do Waldo Vieira. É provavelmente o livro mais completo a tratar do assunto. Em duas palavras: vamos respeitar!!!

Glauber Rocha

yuri vieira (SSi), 10:15 am
Filed under: cinema,Religião

Quem diria, Glauber Rocha concordava com Spengler: “O grande problema contemporâneo, que os críticos pseudo-materialistas não estão vendo, é que são as forças religiosas que movem o mundo, as forças subjetivas, psíquicas”.

Esquizofrenia

yuri vieira (SSi), 9:02 am
Filed under: Imprensa,Política

A imprensa é mesmo esquizofrênica. Tudo bem, excetuando a autodefesa, toda violência é do mal e toda guerra é suja. Mas na mesma edição da revista Época (#286), há uma reportagem cheia de pena da Colômbia – pois não conseguem livrar-se das FARC – junto a uma outra maliciosa contra Geisel, posto que o maquiavélico general “exterminou” os coitadinhos dos guerrilheiros de esquerda. Vai entender. Um colombiano certamente ficaria morrendo de inveja desse nosso maligno governo militar…

Raios X e Voyeurs

yuri vieira (SSi), 8:31 am
Filed under: Cotidiano,tecnologia

Chegamos já no vídeofone e na geladeira com computador. Agora vem esse filtro de raios X para filmadoras, esse tal de Extreme Vision. Não vejo a hora de chegar o teletransporte…

Andinismo

yuri vieira (SSi), 8:15 am
Filed under: exteriores,montanhismo,Viagens

Ai, que saudade de escalar uma montanha

O artista Hitler

yuri vieira (SSi), 7:50 am
Filed under: Arte,plásticas

Acho engraçado: só porque o Hitler foi um político do mal todos querem se vingar dizendo que ele era um péssimo artista. O gosto dele não era dos melhores, certamente não possuia espírito criador, mas que ele era melhor no desenho do que a maioria dos alunos do Instituto de Artes da UnB que eu conheci, ah, isso ele era… (Ex.: desenho 1 e desenho 2.)

No país das maravilhas

yuri vieira (SSi), 7:45 am
Filed under: fotografia,plásticas

Taí uma figura que sabe fazer arte com o Photoshop.
(E não só com ele!)

11/11/2003

Novo Cap. do LSDeus

yuri vieira (SSi), 10:29 am
Filed under: Avisos

Amigos, está disponível mais um capítulo do livro online LSDeus – Contos Extáticos. Chama-se Primo avulso, non deficit alter – a partida. Bom, espero que seja do agrado de todos. (Quem já leu os anteriores pode clicar abaixo e ler aqui mesmo.)

Por quê?

yuri vieira (SSi), 7:25 am
Filed under: Umbigo

Às vezes eu me pergunto por que eu me pergunto tanto…

05/11/2003

A publicação do Livro de Urântia (pt-br)

yuri vieira (SSi), 6:58 pm
Filed under: Avisos,Livro de Urântia

Caio Mario Caffé, presidente da Associação Urântia do Brasil, foi muito gentil ao me enviar um exemplar do Newsflash, boletim da Fundação Urântia destinada a seus colaboradores, no qual está explicitado o motivo da não publicação do Livro de Urântia em português: dinheiro. Qualquer um que entenda um pouco sobre edição de livros sabe que “impressão” e “investimento” são termos praticamente sinônimos. E a Fundação Urântia, no presente momento, mesmo tendo em mãos as traduções do Livro para o português, alemão e lituano, não possui dinheiro em caixa para imprimi-los. Calcula-se que a primeira edição em cada uma dessas línguas sairia em torno de U$ 50.000,00. Logo, aqueles que não quiserem aventurar-se a ler todo o livro on line ou em CD-ROM poderão, se estiver dentro de suas possibilidades, contribuir para que se atinja o montante necessário. Claro, quem já possuir o Livro noutra língua pode também colaborar para a disseminação de seu conteúdo nos países lusófonos. Para tanto, vá até este site: www.urantia.org/contributions.html.

Gostaria ainda de me desculpar com Caio Mario Caffé pela demora em passar adiante essas informações.

[Ouvindo: O Sacrum Convivium – Olivier Messiaen]

Rachel de Queiroz diz adeus ao caos

yuri vieira (SSi), 7:00 am
Filed under: escritores,Política

Ontem faleceu Rachel de Queiroz. Exatamente uma semana antes, ao folhear o exemplar número 10 da revista Grandes Acontecimentos da História (Editora Três), de Março de 1974, dei com este depoimento da escritora cearense a respeito do regime militar (o negrito é meu):

Rachel de Queiroz

Não caberá em 20 linas uma tentativa de síntese dos prós e contras à Revolução de 31 de Março. Vamos antes ressaltar um dos aspectos que a distinguem entre os demais movimentos regeneradores havidos no Brasil e no mundo: é que esta Revolução nossa, nem durante o seu deslanchar, nem depois, na fase de consolidação, jamais suscitou aparecimento de um chefe carismático, um salvador. Escapou assim da fatalidade obrigatória às revoluções de esquerda e de direita, que é se cristalizarem em torno de um ditador, líder ou caudilho. Pois até no Chile, onde o comunismo se pretendia instalar “por via democrática”, o malogrado Allende se ia configurando como homem-símbolo, insubstituível.
(Continua…)



Página 3 de 4« First...234

Add to Technorati Favorites



Blogarama - The Blog Directory








65 queries. 0,611 seconds. | Alguns direitos reservados.