Arquivo para October, 2004




27/10/2004

Felicidade

yuri vieira (SSi), 5:04 am
Filed under: interiores,literatura,livros

O sol se põe por trás de nuvens negras, carregadas, emitindo reflexos vermelhos, dourados. No parque, alguns caminham, fugindo do enfarte. Quanto a mim, deixo o shopping com três livros na sacola plástica, trocados por um vale-presente: “Maigret e o homem do banco” (Simenon), “O coração das trevas” (Joseph Conrad) e “Meia vida” (V.S.Naipaul). Não é isto a felicidade?

26/10/2004

Efeito estufa

yuri vieira (SSi), 4:01 am
Filed under: cinema,especulativas

Cada vez que vejo um desses filmes infestados de pirotecnias fico mais convencido de que HollyWood é responsável por pelo menos metade do tal efeito estufa…

23/10/2004

Um ano!

yuri vieira (SSi), 6:27 am
Filed under: especulativas,Política

Se o mandato para Presidente da República durasse apenas um ano – como na Suiça -, o Brasil seria um pouquinho melhor?

22/10/2004

Briga de galo

yuri vieira (SSi), 10:40 pm
Filed under: Cotidiano,Política

O Lula já cometeu seus crimes eleitorais. Agora vem o tal Duda Mendonça, acompanhado por um vereador do PT, cometer os seus. Não eleitorais, mas galináceos. (“Sabem com quem estão falando? Sou assessor do presidente!”) Mas eu só queria mesmo é dizer que, se eu fosse um galo, ia preferir morrer lutando a ser executado num campo de extermínio da Sadia… (Ô história mais terceiro mundo essa, credo!)

Opinião alheia

yuri vieira (SSi), 8:18 am
Filed under: literatura

“Escrevemos para nós mesmos. Quem já escreveu criativamente sabe disso. A opinião dos outros nos lisonjeia ou nos fere, mas é, num sentido que só o autor percebe, irrelevante.”
(Paulo Francis)

Irmãos Marx

yuri vieira (SSi), 7:15 am
Filed under: Política

Lula e Fidel são fãs de Karl Marx, mas no momento estão é seguindo o caminho dos irmãos Marx: puro pastelão! Com dois ovos Lula quase vira “tortilla de calamar” (omelete de lula, em espanhol) e Fidel começou a beijar a lona. Tão precisando se benzer. (Cá entre nós: com um só tombo Fidel foi muito mais longe que Bush em toda sua carreira de tombinhos.)

18/10/2004

8 miles

yuri vieira (SSi), 6:36 pm
Filed under: cinema,extraordinárias,Religião

Acabo de assistir ao filme “8 miles”, do Eminem. E, quer saber?, curti muito. Nada como substituir, num duelo, a pistola pela língua. Nenhuma arma ganha da palavra sincera. O chumbo vem da matéria, a palavra vem do espírito. Toda matéria morre, o espírito vivifica. Aliás, dizem que foi assim a tal “Guerra nos Céus”: de um lado o rapper Gabriel, do outro, Lúcifer. Até o Srimad Bhagavatam fala dessa batalha. As armas eram Mantras. Mantras são palavras. Foi a maior confa deste Universo…

Guimarães Rosa

yuri vieira (SSi), 7:18 am
Filed under: escritores,literatura,livros

A Hilda Hilst me contou que, ao encerrar a leitura de Grande Sertão: Veredas, telefonou ao Guimarães Rosa e disse o quanto achara o livro “deslumbrante”. E ele: “O menino é bãããão, né? o menino aqui é muito bão…”

O Asno

yuri vieira (SSi), 5:03 am
Filed under: Política

“Tudo menos o Lula. Se um dia ele virar presidente vai haver uma guerra civil. O PT é o maior atraso de vida que já houve na política. Durante anos fiz vista grossa às implausibilidades e desconversas da esquerda. A melhor propaganda anticomunista é deixar os comunistas falarem.”
(Paulo Francis)

“(…)época do asno, que é como chamarei o advento de Lula.”
(idem)

17/10/2004

Deus existe?

yuri vieira (SSi), 5:11 pm
Filed under: Religião,sites

Certa vez Paulo Francis disse que era incrível a falta de interesse dos intelectuais contemporâneos em discorrer sobre a existência de Deus. Segundo ele, ninguém mais parecia preocupar-se com… essas coisas. Mas encontrei uma discussão interessante proposta pelo professor de Harvard Dr. Armand Nicholi Jr., que contrapõe as argumentações de Freud e C.S. Lewis sobre o tema. Está tudo no site The Question of God. Vale a visita.

16/10/2004

Açaí civilizado

yuri vieira (SSi), 6:08 pm
Filed under: cinema,Cotidiano

Eu gosto de açaí, digamos, “civilizado”, com guaraná, banana e granola. E gelado. Comer o barro puro com tapioca não é comigo não, muito menos depois de um jabá. Aliás, eu poderia muito bem ter feito o papel de turista no excelente curta-metragem “Açaí com Jabá ( o Filme que Bate na Fraqueza )“. Quem não viu esse filme não sabe o que está perdendo. A direção no estilo bang-bang à paraense é hilária.

15/10/2004

O Exorcista

yuri vieira (SSi), 1:10 am
Filed under: cinema,escritores

Qualquer dia falarei da ocasião em que assisti ao filme O Exorcista, na Casa do Sol, junto com a Hilda Hilst e o Bruno Tolentino. Foi bizarro. Nunca ri tanto na minha vida…

14/10/2004

Culturaholic

yuri vieira (SSi), 7:46 pm
Filed under: Arte,Avisos,plásticas

Como bem notou o Grimaldo, em época de Bienal de arte, o negócio é se preparar para enfrentar asneiras. Nunca me esqueci de uma crônica em que o Diogo Mainardi, em Veneza, dizia sentir vontade de bater nos artistas. Foi o que tentei fazer, em 1997, metaforicamente, claro, quando escrevi os contos O Culturaholic e Estilo Próprio.

Anti-tabagismo

yuri vieira (SSi), 6:30 pm
Filed under: Cotidiano,escritores

As campanhas anti-tabagistas pegam tão pesado que, caso o “Álvaro de Campos” tivesse escrito o poema Tabacaria nos dias de hoje, teria de acrescentar ao fim do texto: “Fumar causa câncer na poesia e não a ‘libertação de todos os pensamentos'”. E, junto, aquela foto do Fernando Pessoa, com cara de doente. E os politicamente corretos nem desconfiariam que a cara de doente tinha origem, não na fumaça, mas na acídia nossa de cada dia.

Islamismo

yuri vieira (SSi), 5:20 pm
Filed under: Religião

O melhor do islamismo é ele ser monoteísta. Seu problema é chamar Deus de mil e um nomes – Clemente, Soberano, Misericordioso, Vivente, Poderoso, Sábio, Altíssimo, etc. – mas nunca de Pai. Se Deus não é Pai, então não somos irmãos, então fodeu, todo papo de fraternidade acabará em guilhotinas mecânicas, químicas, atômicas. “Pai” é o melhor conceito para que o ser humano possa ter uma noção de como Deus o vê, para que entenda sua relação pessoal – e esta relação é que é a religião verdadeira – com o Criador. No fundo, no fundo, a única coisa que me faria aderir ao islamismo seria a possibilidade de me casar com todas as minhas ex-namoradas, incluindo, é claro, a atual… Islamismo é para homens cafajestes.

Vergonha na cara

yuri vieira (SSi), 4:59 pm
Filed under: amigos,Avisos,Umbigo

Tô precisando engolir um kambo – aquele sapo amazônico que dá barato – pra ver se consigo terminar de escrever meus livros. Uma semana ligadão, de bem com a vida, sem dormir. Ou, quem sabe, contratar um personal-sargent Tabajara para controlar minhas horas produtivas: “Largue já esse livro e vá escrever o seu! Afinal você veio aqui pra ler ou pra escrever?! Vamos! Quinze flexões, agora!” Enfim, talvez a razão esteja mesmo é com a Maria Inês de Carvalho: “Yuri, tá na hora de você tomar vergonha na cara…” E ela me disse isso há tanto tempo…



Page 1 of 3123

Add to Technorati Favorites



Blogarama - The Blog Directory








66 queries. 0.914 seconds. | Alguns direitos reservados.