O Garganta de Fogo

blog do escritor yuri vieira e convidados…

Suco de Cacto

100% de gaveA tequila, ou o tequila – os dois gêneros são usados em espanhol–, é hoje uma denominação de origem, cuja produção é controlada pelo governo mexicano. Sua fabricação deve seguir certos padrões. Só pode se chamar tequila, mesmo que a receita seja idêntica, a bebida produzida nos estados de Jalisco e Michoacán. Não confundir com o Mezcal, também feito a partir do agave, em outras regiões (é em alguns dos tipos de Mezcal que se pode encontrar o famoso verme – o gusano – no fundo da garrafa).

A tequila é produzida a partir da pinha do maguey ou agave azul, um tipo de cacto da mesma família do sisal. Com algo em torno de oito a dez anos de crescimento, o agave tem sua pinha, o coração da planta, extraída. A pinha, uma vez cozida e prensada, derrama o mosto que será fermentado e destilado para produzir um líquido cristalino com cerca de 60% de graduação alcoólica. Esta tequila bruta é então diluída para baixar este teor para algo entre 40 e 50%.

Agave Azul

Não se engane. Esqueça esse lixo que você toma no Café Cancun. Sim, isto também é tequila, mas de terceira linha. Não há segredo, a tequila de primeira linha deve ter escrito em seu rótulo “100% de agave”. É que essas outras, exportadas para o Brasil e para o mundo – veneno, segundo o amigo Cuahutemóc -, são resultado da fermentação mesclada de mosto de agave e açúcar. Entendeu o porquê das suas ressacas monstruosas depois de alguns margaritas?

Além disso, há basicamente quatro tipos de tequila: blanco, jóven (ou abocado, também conhecido como Extra ou Gold), reposado e añejo. A primeira é engarrafada de pronto, a segunda é basicamente a mesma coisa, mas tendo seu sabor suavizado por ingredientes como caramelo ou extrato de carvalho, até o máximo de 1% de sua composição. O tequila reposado descansa por um período de dois meses a um ano em barricas de carvalho, enquanto o añejo repousa por pelo menos um ano, em barricas de carvalho branco, e tem, por isso, um sabor mais complexo e elaborado. O preço é proporcional a este tempo.

É impossível não se apaixonar por esta bebida fortíssima. O aroma da tequila pura é indescritivelmente delicioso. Eu o usaria como perfume. Não sei por que ainda não pensaram nisso.

O sabor me remete imediatamente à imagem dos desertos mexicanos. O pileque é inigualável. Segundo meus experimentos, seu diferencial é que você não o sente. O camarada acha que está apenas ligeiramente zonzo e em pleno domínio de suas faculdades físicas e mentais, mas já está pra lá de San Cristóbal de Las Casas e Mérida.

E mais: tequila foi feita para se tomar pura, nos copinhos conhecidos como “caballitos”, no máximo com limão, sal ou possivelmente uma sangrita, cuja receita segue abaixo – um gole de tequila, um gole de sangrita. Tequila añejo é geralmente desfrutado em copos de conhaque, para melhor apreciar o aroma inigualável.

Sangrita

– 1 copo de suco de tomate;
– Sumo de 3 limões;
– Sumo de 2-3 laranjas;
– Pimenta jalapeño picada ou algumas gotas de salsa picante, como Tabasco;
– Sal.

Na dúvida sobre que tequila comprar diante da miríade de marcas e tipos, aí vão algumas dicas. Os preços chegam às nuvens e aparentemente não são mais baratos em Jalisco do que na Cidade do México. Um bom tequila blanco custará algo em torno de 25 dólares o litro. Um reposado pode sair por seus 35 dólares. Um añejo, dependendo da destilaria, pode chegar ao preço que você quiser, mas há bons añejos na faixa de 50 a 60 dólares por litro.

Dica: Herradura Blanco ou Reposado. Excelente custo/benefício. Aliás, a página da Herradura na Internet vale uma visita. É espetacular.

Também este ótimo site é um verdadeiro tratado sobre esta bebida.

Para ler o relato completo de minha viagem ao México, vá ao Nomad.

Anteriores

Comediantes negros

Próximo

Perguntas que não querem calar…

3 Comments

  1. Pô, Pedro, usar tequila como perfume foi demais. O dia que eu chegar aí no seu apê e a Juliana estiver “na casa da mamãe”, entenderei de imediato o porquê. 😉

  2. EL Cabron

    Amigão, tens razão que essas “similações” de Tequila que são vendidas por aí, acabam com o pâncreas de muita gente, temos ainda que por um fim neste mito que Tequila combina com Sal & Limón. Grande Abraço!

  3. Nertan Nicodemos

    Caro amigo queria so fazer um comentario arespeito da planta que da origem a Tequila, ela e a Agave (Agave Tequilana weber) ou agave azul, existem mais de 300 especimes , porem so essa tem a quantidade e caracteristicas dejejadas para tal.e e da familia da Babosa ( Xerófitas) e não um cactos como vc descreve. obrigado e me descupe em.

Os comentários estão desativados.

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén