O Garganta de Fogo

blog do escritor yuri vieira e convidados…

Categoria: Livro de Urântia Page 3 of 8

Primeira edição do Livro de Urântia

A Fundação Urântia está prestes a lançar a primeira edição em português do Livro de Urântia. Afirma estar com as provas finais das versões em português, alemão e italiano e planeja iniciar a impressão neste outono (primavera aqui no sul). Prepare-se, pois, para agüentar a pentelhação dos amigos que o lerem. Mas não se preocupe, o efeito “puts, você tem de ler também” não dura mais que um, dois ou três anos. Depois seu amigo deixará de te encher o saco e perceberá que não necessita da anuência de nenhuma coletividade ou do apoio de terceiros para encontrar significados espirituais e valores morais vida afora. E continuará lendo o livro, quietinho em seu canto.

Karlheinz Stockhausen

Eu pensei que já havia escrito sobre Karlheinz Stockhausen, mas não o encontrei no arquivo. Estranho. Tinha certeza de que já havia iniciado um artigo a respeito. Bem, já que no dia 22 de Agosto ele completou 77 anos de idade, farei ao menos um pequeno comentário.

Stockhausen é um dos pioneiros da música eletrônica, tendo passado pelas pouco palatáveis músicas serial, indeterminada e eletroacústica – aliás, muito interessantes para trilha sonora. (Que me desculpem os fãs.) Conversando com o compositor Paulo Guicheney, aluno do José Antônio de Almeida Prado, fico sabendo que o cara é considerado por seus pares um maluco, já que compõe óperas ou sinfonias que duram uma semana – que poderiam ser acompanhadas numa rave, imagino, de dentro de uma barraca – em geral baseadas na cosmologia do Livro de Urântia. Aliás, é o primeiro artista consagrado a utilizar o livro como tema. Há uma entrevista com ele neste site. A propósito: parece que ele anda dizendo por aí que veio de outro planeta…

Colonização da América

A ciência continua suas especulações em torno da data em que se iniciou e finalizou a migração através do estreito de Bering. Alguns afirmam que os povos começaram a chegar da Ásia por volta de 12 mil anos atrás, outros 13, 14 ou 24 mil. Mas todos concordam que a migração é mais antiga do que se supunha. (Veja aqui.) Já o Livro de Urântia afirma que já se passaram 85.000 anos desde que os últimos homens cruzaram a antiga passagem de terra do estreito.

Sheldrake

O tal cientista que afirma ser o cérebro um receptor da mente – e não um produtor ou gerador da mente – é o Rupert Sheldrake, PHD. Claro que os cientistas mais ortodoxos acham isso um absurdo, daí a teoria dos Campos Morfogenéticos do Dr. Sheldrake estar entre os verbetes do The Skeptic’s Dictionary. Bom, o Livro de Urântia atribui a mesma função ao cérebro e também se encontra no mesmo dicionário, assim como nele também são citados a acupuntura, a projeção astral, Edgar Cayce, Freud, o livre arbítrio, o I Ching, Jung, Deus…

Michael de Nebadon

Michael de Nebadon

“Não rir, não lamentar, nem detestar, mas compreender.”
Baruch Espinosa

Audiobook de Urântia

Meu amigo Nemias F. Mól, da Associação Urântia do Brasil, acaba de me remeter este link. Na página, você poderá ouvir, em streaming, os cinco primeiros documentos do Livro de Urântia. Bom, está em inglês e é lido ou por um sintetizador de voz (o que seria bem estranho), ou por um cara que tem um chip no lugar do cérebro. Mas tá valendo. Bom, agora só falta os caras gravarem os demais 191 documentos…

Um planeta vizinho

Já que a Lu ET anda me fazendo certas perguntas via email, vou sugerir a leitura deste texto dos mais interessantes: O Governo em um Planeta Vizinho. Claro que meus amigos que pregam o uso do Estado como remédio para todos os males iriam gostar desse texto mil vezes mais do que eu, que sou ligeiramente anarquista (na verdade, libertarian). Mas como ter certeza disso se são tão preconceituosos com a fonte desse texto?

Escriveitor em 28 dias

O interessante do Gmail é que o robot da Google usa o texto dos emails para direcionar sua discreta publicidade. Estive conversando com o Pastor Carl — do site Believe (excelente, fala de toda religião e seita conhecida)– e ele me falava de como o Livro de Urântia, para ele, não passa de uma ótima ficção científica. Pronto, aí vem o Gmail com a propaganda desse Como escrever um livro em 28 dias… Hum, tem até um método conhecido como “mega quick character creation”(Tabajara?). 🙂 Cada um…

J. J. Benítez

O grande trunfo de J.J. Benítez, enquanto ficcionista, foi ter sido o primeiro a se inspirar no Livro de Urântia para escrever seus livros, principalemente a série Operação Cavalo de Tróia e a Rebelião de Lúcifer. E o irônico é não haver versões desses livros em inglês, já que a Fundação Urântia, segundo li por aí, ameaçou processá-lo por plágio. (Veja na Amazon, não há traduções desses livros para o inglês.) É como o Papa querer processar Kazantzakis, Norman Mailer ou Saramago por seus respectivos “evangelhos”. Puro absurdo.

O Besta

Pronto, agora um tal de Brian Flemming – um “jovem Oliver Stone” – está realizando um filme no qual supostamente se prova que Jesus nunca existiu: The Beast. Me desculpem os céticos e preguiçosos espirituais, mas afirmar isso numa época pós-livro de Urântia, pra mim, é o fim da picada. O cara não imagina quantas boas histórias – muito melhores do que este ataque inócuo à fé de bilhões – estão esperando para ser filmadas…

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén