29/03/2006

De lupo et cane

rosa maria lima, 2:28 am
Filed under: Cotidiano,Política

Acalorada discussão tomou conta do fim-do-mundo nessas últimas semanas! “Você é contra ou a favor do microchip compulsório em todos os cachorros da Nova Zelândia?”, é a pergunta do momento!

Além das despesas enormes com comida, vacinas e veterinários, os donos de cachorros ainda desembolsam cerca de NZ$ 50,00 (uns 67 reais) anuais com a licença para seus “melhores amigos” (o sentido da expressão é quase literal por aqui!).

O problema começou depois que uma menina de sete anos foi violentamente atacada em 2003 e o Governo instituiu o uso compulsório de microchip para monitorar todos os cães da Nova Zelândia. Assim, todos os animais registrados a partir de julho deste ano deverão ser microchipados (desculpem-me, mas não resisti ao termo novo!), a um custo extra de NZ$45,00 (60 reais). Mas, tirando as sérias restrições observadas pelos representantes dos direitos dos animais, qual o problema disso?

Os habitantes das cidades comemoraram a nova lei, mas os criadores de ovelhas estão em povorosa, falando até em desobediência civil! “Por que”, me perguntam? Porque ovelha ainda é assunto muito sério por aqui, e os seus criadores ainda detêm considerável poder político!

“E o que tem microchip em cachorro a ver com ovelha, gente?” Pois é, senhores, descobri há pouco que os cães pastores, verdadeiro orgulho nacional, são parte importante na criação dos bichinhos lanosos e, em alguns casos, valem até NZ$20,000 (quase 27 mil reais).

A poderosa “Federated Farmers” reclama que não há recursos disponíveis para microchipar (nem vou me escusar mais!) todos os animais, já que nas propriedades rurais eles são sempre mais de 3, podendo chegar a 30! Calculem aí o prejuízo do fazendeiro?

O Sr. Pedersen, presidente da Federação, disse que os fazendeiros vão aproveitar todas as oportunidades para vencer essa lei ou, ao menos, excluir os cães “caipiras” porque não ofereceriam riscos às pessoas! Ah, e já preparam vários protestos!

Não sei que isso vai dar, mas há grandes possibilidades de ganharem, como ocorreu no caso da lei do “pum” das vaquinhas! Tinha até trator na escadaria do Parlamento…

*Pausa para reler o que escrevi.

E agora? Deveria chegar a alguma conclusão a respeito, não é mesmo? Nada, só faço rir estupidamente! Que besteira acabei de pôr no papel!

Então termino o post com algum comentário de efeito ( quem sabe, mencionando a fábula de Esopo?) cutucando os meninos sobre o poder regulador do Estado? Sim, por favor, diriam o Pedro e o Paulo!

Não, meus caros, de repente me bateu uma tristeza e me senti muito, muito longe de casa… Queria mesmo era que o Palocci tivesse caído por causa do pum dos nelores goianos!

Posts relacionados

Mais posts:

« « Casoy defende o impeachment de Lula| Liberdade? » »




3 Comments

  1. bruno costa escreveu:

    Ai, Rosinha, que ótimo! Mas você não sabe da última, menina: o presidente Lula está estudando (?) agora a possibilidade de implantar um microchip na bunda da classe média. Ele quer verificar aquela tese de que nós não levantamos a bunda da cadeira para procurar bancos com juros mais baixos. É, pode crer! Aqueles que carregarem seu fardo glúteo até o banco mais próximo com as melhores taxas ganharão uma ajuda de custo… para pagar esses mesmos juros, é claro. Alguns estão indignados, outros querem pelo menos assegurar o direito de escolher o tamanho do chip e a região exata em que ele será implantado. Os SMs estão em polvorosa, os pederastas se rejubilam, o Olavo deu um tiro na cabeça (na dele, na dele!) e a música do momento, que já tem coreografia e tudo, é “Chipa essa bundalelê, minha nega”. “Hoje tem lulalá no meu fiofó” foi censurada nas rádios, mas dá para baixar da internet. As coisas mudaram um pouquinho desde que você foi para a Nova Zelândia, minha querida!

    Comentário de 29-3-2006 @ 1:45 pm

  2. Paulo Paiva escreveu:

    Além do mais, eles estão estudando aquela forma de vida chamada Baby Consuelo, que já tem experiência com chipagens… O negócio vai ser muderno, com tecnologia extraterrestre! Beijo, Rosa.

    Comentário de 30-3-2006 @ 1:01 am

  3. Paulo Paiva escreveu:

    Ah! eu concordo com os fazendeiros. Aqueles cães pastores são pessoas dignas e não podem sofrem a humilhação de uma chipagem…

    Comentário de 30-3-2006 @ 1:06 am

Sorry, the comment form is closed at this time.




Add to Technorati Favorites



Blogarama - The Blog Directory








82 queries. 0.598 seconds. | Alguns direitos reservados.